12 comentários:
De L.M a 16 de Novembro de 2004 às 13:48
Ora nem mais, umas vezes estamos bem outras, vamos andando, e assim por diante, um abraço
De Ricardo a 16 de Novembro de 2004 às 11:28
Fiquei emocionado ao reflectir sobre este post. O acto cruel de assistirmos a um funeral não é mais do que ajudar a tomar consciência que vamos ser comidos por larvas. É uma terapia. Nós fazemos o mesmo com as lagostas, ajudamos a que elas ultrapassem a perda mostrando a bandeja e preparamos as tristes para a morte... nós afinal somos mesmo humanos!

Comentar post