.Filosofias Recentes

. Eu ainda estou aqui

. Sobre o que perdi

. Wordporn

. Without Fear

. #rafaenmadrid

. State of flux

. É uma loucura...

. Deixa

. Say what you need to say

. Boa viagem ... Boa sorte!

. Restart

. Fim do vinte dezoito...

. Geronimoooo!!!

. Bipolaridade

. Razões ...

. Because you are dear to m...

. O lado feliz

. Certa e acertada

. Equilíbrio

. Lost

. Mais ou menos

. Dar (mais) certo

. Errado

. Let it all go

. My dumb opinion...

.Filosofias Passadas

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Junho 2019

. Abril 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Janeiro 2018

. Agosto 2017

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Abril 2013

. Outubro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2004

De que é feito o Mundo

Já dizia Sócrates que o mundo resulta da síntese de dois princípios opostos: as ideias (o ser) e a matéria (o não-ser).
Este conceito de Sócrates sugere-me um equilíbrio entre estes dois pólos, determinado por um igual peso destes dois componentes nas nossas vidas.
Mas a verdade é que à medida que o tempo passa, a sociedade tem-se desenvolvido no sentido do privilegiar o culto do materialismo, e as pessoas automatizam a sua atitude num cumprir de gestos tendentes a conseguir bens materiais; deixando para trás a preocupação do desenvolvimento pessoal não material.
Acredito que esta tendência evolutiva da sociedade no sentido material tenha como base uma busca incessante da felicidade.
Mas será que a felicidade se “compra”?
Será que a felicidade resulta do somatório de vídeos, televisões, carros, telemóveis, ..., que integram o conjunto de bens materiais tidos como imprescindíveis ao Homem dos nossos dias?

Sócrates ensina a “bem pensar para bem viver”: “O único método para alcançar a felicidade ou a semelhança com Deus (Ser perfeito) é a prática da virtude”. A prática da virtude nem sempre é fácil, uma vez que nos deparamos frequentemente com situações adversas, muito apelativas, que nos levam ao desvio desse caminho como uma resolução fácil.
Mas a adversidade como disse Horácio: “.. desperta em nós capacidades que, em circunstâncias favoráveis, teriam ficado adormecidas”.
É este desabrochar de capacidades que estavam latentes em nós que nos levam indubitavelmente a um engrandecimento, ainda que penoso.
A “dureza de um caminho de vida pedregoso” torna-nos mais alerta e mais empolgados na procura de soluções de carácter interior (não material) durante o nosso percurso.
Mesmo quando desejamos ter atitudes e tomar decisões adequadas às situações com que nos deparamos corremos sempre o risco de cometer erros.
De acordo com Plutarco “o ser humano não pode deixar de cometer erros; é com os erros que os homens de bom senso aprendem a sabedoria para o futuro”.
Com efeito, ao cometermos um erro criando uma situação não ponderada por nós, cria-se um caminho com várias saídas em relação ao qual temos que procurar soluções. Esta busca de resoluções é, para mim, sem dúvida, enriquecedora. Mas no erro há outra mais valia: o erro é também acrescentar de uma mensagem no nosso “Livro da Vida” de cada experiência que vivemos; o que, progressivamente, nos vai tornando mais ricos e mais sábios e regressando à ideia de Sócrates: mais perto da prática da virtude.

Mas para além da relação entre mim e as coisas, existe uma relação que a intersecta : eu e as pessoas.
Este entrecruzamento de mim nos outros é multifacetado, sendo a face que eu privilegio a Amizade.
Para mim a Amizade é uma relação de troca, de dar e receber, é um compromisso assumida em liberdade e de forma expontânea e desinteressada.
Mas a verdade é que existe sempre algum interesse, quanto mais não seja o receber da própria Amizade.

A meu ver, o mundo é a interacção de três vértices de um triângulo: o meu Eu, as pessoas e as coisas. Dessa interacção resulta um somatório de experiências que me constróem e me tornam tendencialmente perfeita.

Esta visão é da Rita Messias (amiga e agora filósofa neste espaço!!!)... Obrigado pelo ensaio!

Ensaio do filósofo rafapaim às 01:14
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De rafapaim a 18 de Fevereiro de 2004 às 01:19
“o ser humano não pode deixar de cometer erros; é com os erros que os homens de bom senso aprendem a sabedoria para o futuro” ... acho que realmente se dos erros retirarmos lições encontramos o verdadeiro caminho para algo de melhor! Mas se errar uma vez é humano, duas vezes é estupidez (o mesmo erro é claro!)

Comentar post

.Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31