14 comentários:
De rafapaim a 5 de Maio de 2004 às 02:16
salta-pocinhas... elucidou bastante!!! Mas não será que tudo cada vez mais se torna acessível a tudo e a todos mais cedo?! Um beijo!!!
De rafapaim a 5 de Maio de 2004 às 02:14
Maria C. ... também deve existir os casos que merecem chumbar!!!
De rafapaim a 5 de Maio de 2004 às 02:14
Sophie... desde já o obrigado por ir visitando o blog!!! Sei que o tema dever ser sensível a ti... mas por vezes acho que tudo que é decidido entre uns quantos teóricos na pratica tem pouca utilização!!!
De rafapaim a 5 de Maio de 2004 às 02:12
Maria... concordo com isso!!! Era nesse ponto que queria tocar!!! Um beijo!!!
De rafapaim a 5 de Maio de 2004 às 02:11
analfabeto... desde de cedo começa a distinção social!
De rafapaim a 5 de Maio de 2004 às 02:10
Júlio... obrigado!!! Só me resta um olé!!! E vou adicionar o teu blog!!! Gostei do post de hoje!
De rafapaim a 5 de Maio de 2004 às 02:07
patinhas... como sempre muita coisa não anda bem!!!
De salta-pocinhas a 5 de Maio de 2004 às 00:09
A primária é a parte mais difícil de toda a escolaridade: é quando as crianças largam as "saias" das mães ou das educadoras e entram no mundo do trabalho. Mundo do trabalho, sim senhor! Obrigar crianças de 5 anos a estarem sentadas 5 horas seguidas (com um pequeno intervalo para o lanche), a prestar atenção às aulas, a aprender as bases da leitura e da matemática em 7 meses é trabalho do duro... Acredita que há poucos adultos que trabalhem tanto!
Quanto a chumbar, às vezes é difícil decidir, já me aconteceu muitas vezes. Com o passar dos anos adoptei uma táctica: na dúvida, não reprovo! Prefiro que um dia um jovem me diga "aquela passou-me sem eu merecer" do que "aquela reprovou-me sem eu merecer".
Mas, se no final dos dois primeiros anos de escolaridade uma criança não souber ler, reprova... Se no 4.º ano não tiver adquirido a maior parte das competências do 1.º ciclo também reprova!
O que eu te posso garantir é que quando for ministra da educação ( e hei-de ser, à velocidade com que eles mudam vamos todos ter oportunidade de vir a ser ministros) a minha primeira medida vai ser: NINGUÉM ENTRA PARA A ESCOLA ANTES DE COMPLETAR 7 ANOS. É uma barbaridade mandar bebés para a escola, para eles e para nós!
Espero ter-te elucidado... diz qualquer coisa!
Ah e claro que gosto muito do conteúdo do teu blog, senão garanto-te que não vinha cá! Beijinho!
De Maria C. a 4 de Maio de 2004 às 21:54
Deve ser horrivel, depois ter todos os colegas a dizer, chumbaste nessa coisa, tao facil... mas as vezes tambem acontece haver aqueles meninos com certos problemas, esse sim, percebe-se que qualquer coisa nao esta bem. Mas se um miudo nao tem rendimento, ou nao percebe mesmo as coisas, sera que e caso para chumbar, ou para a professora se tentar explicar melhor?! BEIJO!
De Sophie a 4 de Maio de 2004 às 19:49
Rafa,questionas-te sobre que critérios os professores se baseiam para transitar um aluno de ano no ensino básico...os professores baseiam-se num plano curricular que é cedido todos os anos do ministério para as escolas...esse plano tem q ser cumprido e obviamente que há testes a fazer, no 1º ano, sim fazem-se essas coisas que falaste e a valiação é contínua. Essa cambada de putos que falas estando no ensino básico e não na pré-primária, são-lhes incutidas regras...a brincadeira passa a ser só nos 30min que têm de intervalo.Se um aluno transita so para parecer bem,chega ao 4º ano e não tem qualquer capacidade para ir para um 5º ano.Enfim,muito mais tinha a escrever, mas já me alonguei no comentário, sorry :-). Beijinhoosss

Comentar post