De rafapaim a 7 de Setembro de 2006 às 00:38
Lu... Se fosse como no início da filosofia tudo que vivemos não poderia ser partilhado, sentido, entendido ou discutido com outro... afinal só quem passa por algo é que compreende o "verdadeiro valor"... é a interpretação pessoal de cada um que faz a experiência única! Não discuto... mas em tudo existe uma base, um sentido comum, não sei o que é perder um filho... mas entendo a dor de perder alguem querido... não me coloco na pele dos outros, não entendo "essa verdadeira e intensa sensação" mas claramente tenho noção e compreendo! Não se esqueça que talvez por isso o homem seja um ser sociavel... é porque nao é assim tao diferente do seu proximo... por isso não preciso ser para saber! Quem se assemelha junta-se... quem se junta assemelha-se!
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres