.Filosofias Recentes

. Find Me

. Outro reinício ...

. 5 sentidos...

. Calma! Está tudo perfeita...

. É desta vez...

. Desperdício

. Indiferenças

. Certezas!

. Perspectivas…

. A dor do amor

. Também é amizade

. A vida segue!

. Livro dos Loucos

. Basta o essencial

. Redes Sociais

. Eu no meu papel

. Indian Piggy

. Anonimamente ela...

. Voltou a acontecer

. Eu quero ser o teu proble...

. The Space Between

. o quatro do quatro a uma ...

. Sutilmente

. Deus está aqui

. Semelhanças...

.Filosofias Passadas

. Agosto 2017

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Abril 2013

. Outubro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

Quinta-feira, 2 de Setembro de 2004

Tanto amar

Amo tanto e de tanto amar
Acho que ela é bonita
Tem um olho sempre a boiar
E outro que agita

Tem um olho que não está
Meus olhares evita
E outro olho a me arregalar
Sua pepita

A metade do seu olhar
Está chamando pra luta, aflita
E metade quer madrugar
Na bodeguita

Se seus olhos eu for cantar
Um seu olho me atura
E outro olho vai desmanchar
Toda a pintura

Ela pode rodopiar
E mudar de figura
A paloma do seu mirar
Virar miúra

É na soma do seu olhar
Que eu vou me conhecer inteiro
Se nasci pra enfrentar o mar
Ou faroleiro

Amo tanto e de tanto amar
Acho que ela acredita
Tem um olha a pestanejar
E outro me fita

Suas pernas vão me enroscar
Num balé esquisito
Seus dois olhos vão se encontrar
No infinito

Amo tanto e de tanto amar
Em Manágua temos um chico
Já pensamos em nos casar
Em Porto Rico

Chico Buarque

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:51
link do post | comentar | favorito
14 comentários:
De rafapaim a 6 de Setembro de 2004 às 11:13
... ... "Mesmo a brincar se diz tanto e a sério, muitas vezes acabamos por não dizer nadinha!" Como é verdade!!! Beijo
De ... a 3 de Setembro de 2004 às 16:49
Não é para me armar nem para te dar "graxa", mas gosto de poemas com "assunto" e conversas inteligentes! Mesmo a brincar se diz tanto e a sério, muitas vezes acabamos por não dizer nadinha! C'est la vie.. aguardo mais. Ah! E claro, um beijo!
De rafapaim a 3 de Setembro de 2004 às 08:58
... ... conheço bem essa outra música interpretada por Ney Matogrosso!!! E finda a paixão é sempre difícil acreditar em mais paixões!!! E gostei dos comentários!!! Beijo!
De ... a 3 de Setembro de 2004 às 01:40
Ou melhor...Grátis! :) Este Chico Buarque brinca consigo mesmo, vês? Brinca com uma outra letra, mais antiga em que fala de si como o Menino Jesus e da sua mãe com o olhar perdido no mar ("os ladrões, as amantes, meus colegas de copo e de cruz, me conhecem só pelo meu nome de Menino Jesus"). Findo o amor, com o tempo vem o riso. Finda a paixão, não é preciso cegarmo-nos a nós mesmos para ver que édipo é apenas um primata instintivo.. se tivesse esperado mais um pouco, teria visto que a Jocasta era uma velha e mudava de ideias. Bem, isto hoje vai sobre rodas...nada como uma dissertação...grátis! E de novo, escorreguei na maionese. Será o fado? :))É um post que desperta a fantasia: grande letra! Boa escolha!
De rafapaim a 3 de Setembro de 2004 às 01:29
... ... e temos filosofia barata!!! Muito bem... parabéns filósofa anónima!!! Ou melhor ...
De ... a 3 de Setembro de 2004 às 01:26
Linda imagem esta da mulher que tem dois olhos distintos e que com eles revela o que as "janelas da alma" muitas vezes escondem. Chama-se a isto "vesga"... mas com os olhos sorri-se muito mais fielmente do que com os lábios. Esses, enviam beijos, pronunciam nomes, os nomes das coisas. Acho que a divagar, me perdi! ops! :)
De rafapaim a 3 de Setembro de 2004 às 01:22
... ... o melhor que pode haver no mundo... um sorriso!!!
De ... a 3 de Setembro de 2004 às 01:17
Paixão com esta ironia, só um cantor ou filósofo! E amar, depois do amor, é isto mesmo: rir! Suponho que estejas sorridente... eu estou!
De rafapaim a 3 de Setembro de 2004 às 01:15
sonia... aproveitei para publicar um verso em jeito de música!
De rafapaim a 3 de Setembro de 2004 às 01:14
... ... apaixonado sempre... pai por agora ainda não!!!

Comentar post

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31