.Filosofias Recentes

. Outro reinício ...

. 5 sentidos...

. Calma! Está tudo perfeita...

. É desta vez...

. Desperdício

. Indiferenças

. Certezas!

. Perspectivas…

. A dor do amor

. Também é amizade

. A vida segue!

. Livro dos Loucos

. Basta o essencial

. Redes Sociais

. Eu no meu papel

. Indian Piggy

. Anonimamente ela...

. Voltou a acontecer

. Eu quero ser o teu proble...

. The Space Between

. o quatro do quatro a uma ...

. Sutilmente

. Deus está aqui

. Semelhanças...

. Onde você mora?

.Filosofias Passadas

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Abril 2013

. Outubro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

Domingo, 27 de Março de 2016

Certezas!

Preocupa-te com o teu carácter, e não com a tua reputação.

O teu carácter é quem tu és.

A tua reputação é o que as pessoas pensam que és.

 

Sim, tem aquela loucura que lhe é natural.

E sabes uma coisa? 

Que se lixe. Pessoas "perfeitas" são uma chatice.

 

Dizem que costumo "fingir" que não me importo com nada ... eu respondo que não estou a fingir.

Aquela coisa que nunca começou, nunca terminou, mas nunca deixou de confundir a tua mente.

 

As vezes é preciso coragem para falar.

Outras vezes, é preciso ainda mais coragem para não dizer nada.

 

"Eu sou tão inteligente, que por vezes eu não entendo uma única palavra do que eu estou dizendo"

 

Ensaio do filósofo rafapaim às 19:06
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 23 de Março de 2016

Perspectivas…

Claro que entendo a necessidade do ser humano de classificar e rotular o que o rodeia … sejam coisas, pessoas e até sentimentos! É importante para a estabilidade que aquilo que nos cerca, e que conhecemos, faça sentido e faça bem.

 

Existe em todos uma necessidade de racionalizar e contextualizar o que nos rodeia … imagino o difícil que seria viver em constante incerteza, ser tudo uma eterna dúvida e inesperado! Muitas decisões são tomadas com estes pressupostos de conhecimento.

 

“temos formas tão diferentes de estar e agir, que se tornam incompatíveis. E isso não tem necessariamente a ver com sentimentos, mas acaba por ser determinante.”

 

Sempre acreditei que as pessoas não se completam … somam-se… que aquilo que nos faz melhor, e que nos torna melhor, é a capacidade de aprender, de observar e querer mudar. Não procurar nos outros aquilo que nos faz falta … mas encontrar em alguém aquilo que nos faz querer ser melhor.

 

Tentar compreender os outros, muitas vezes é apenas aceitar como são… e sim, podemos não querer isso para nós, não querer fazer parte de um “mundo” que desconhecemos, são decisões, escolhas e cada um com tem as suas prioridades.

 

Existem pessoas que procuram no lugar errado, observam formas de estar e de agir, escutam coisas aqui e ali, e talvez não reparem em detalhes, pormenores e pequenas coisas … talvez não acreditem que isso seja suficiente, que num mundo pouco cor-de-rosa as pessoas necessitam de ser compatíveis… pessoalmente passei a acreditar que a resposta não se encontra na razão, mas sim no coração.

 

Mas como sempre …. as filosofias baratas dos outros são tão boas como as nossas … nem que seja só pelo facto de serem deles! :)

 

Sugestão de leitura: http://filosofiabarata.blogs.sapo.pt/123751.html

Sugestão de entretenimento: https://www.youtube.com/watch?v=q_vrU1KlU3I

Ensaio do filósofo rafapaim às 07:36
link do post | comentar | favorito

.Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31