.Filosofias Recentes

. Find Me

. Outro reinício ...

. 5 sentidos...

. Calma! Está tudo perfeita...

. É desta vez...

. Desperdício

. Indiferenças

. Certezas!

. Perspectivas…

. A dor do amor

. Também é amizade

. A vida segue!

. Livro dos Loucos

. Basta o essencial

. Redes Sociais

. Eu no meu papel

. Indian Piggy

. Anonimamente ela...

. Voltou a acontecer

. Eu quero ser o teu proble...

. The Space Between

. o quatro do quatro a uma ...

. Sutilmente

. Deus está aqui

. Semelhanças...

.Filosofias Passadas

. Agosto 2017

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Abril 2013

. Outubro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

Sábado, 27 de Fevereiro de 2010

Sister

Passing time with you in mind
It's another quiet night
I feel the ground against my back
Counting stars against the black
Thinking about another day
Wishing I was far away
Wherever I dreamed I was
You were there with me

Sister, I hear you laugh
My heart fills full of love
Keep me please
Sister, when you cry
I feel your tears
Running down my face
Sister, Sister keep me

I hope you always know it's true
That I would never make it through
Because you can make the sun go dark
Just by walking away

Playing like we used to play
Like it would never go away
I feel you beating in my chest
I'd be dead without

Sister, I hear you laugh
My heart fills full of love
Keep me please
Sister, when you cry
I feel your tears
Running down my face
Sister, Sister keep me

I hope you always know it's true
That I would never make it through
Because you can make the heavens fall
Just by walking away

Sister, when you laugh
My heart fills full of love
Keep me please
Sister, when you cry
I feel your tears
Running down my face
Sister, Sister keep me.

Dave Matthews Band

(não apenas para a minha irmã... mas para todos que amo!)

Ensaio do filósofo rafapaim às 09:57
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010

Lembro desse sentimento...

Foram vários os dias em que sentava na cama e ficava a pensar porque razão teria tomado a decisão de ir para longe de casa... mas passado um tempo conheci outras pessoas, iniciei outros projectos e criei uma nova rotina onde passei a aproveitar a oportunidade que estava a ter para aprender, ver e fazer coisas novas. Tenho a certeza que ao regressar vais ter imensas hipóteses de começar ou mesmo recomeçar... mas também vai ser o desperdiçar de uma temporada (seja definitiva ou não) de viver algo de novo e extraordinário.

O passado e as lembranças não devem servir para nos prender mas sim de apoio a novas histórias e novas aventuras... custa em qualquer lado e sei da desmotivação que as 24hs do dia provocam, é encarar pela positiva e relaxar para saborear as pequenas coisas da vida (sem precisar de muito ... podemos aproveitar muito!). Segue tentando e procurando é tudo o que deves exigir de ti!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 09:16
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

Parabéns sister...

… palavras para quê, o que nos une é qualquer coisa de inexplicável …

Não encontraria palavras suficientes para descrever o que sinto por ti… não existem adjectivos suficientes para qualificar o que sinto por ti… não terei tempo suficiente para mostrar o que sinto por ti…

… é o grande milagre da vida… duas pessoas a partilhar o mesmo coração …

É uma ligação forte, sincera e que ultrapassa tudo… é a capacidade de perdoar, confiar, depender, partilhar e amar acima de qualquer palavra, gesto ou atitude. É saber que por mais estranha, por menos verdadeira que pareça, por mais esquisita que seja a situação o momento que falo contigo encontro a paz, a serenidade e a força para fazer melhor, para continuar a fazer o bem…

… é mais que ser irmão… é o verdadeiro amor e amizade por alguém ...

É olhar em ti e ver os olhos de quem corrige sem julgar… de quem ajuda sem cobrar… de quem acredita sem precisar provar… não pelo facto de ser minha irmã, não pelo facto de ser minha amiga, não pelo facto de o que conto fazer sentido, não por olhar minha alma, mas porque sabes o que sou, como sou... e não o que posso mostrar ou o que pensam que sou!

… muitos parabéns e felicidades … e tudo a correr bem para brevemente sermos mais ;) ...

Ensaio do filósofo rafapaim às 09:56
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010

A gente vai continuar

Tira a mão do queixo não penses mais nisso
O que lá vai já deu o que tinha a dar
Quem ganhou ganhou e usou-se disso
Quem perdeu há-de ter mais cartas pra dar
E enquanto alguns fazem figura
Outros sucumbem á batota
Chega a onde tu quiseres
Mas goza bem a tua rota

Enquanto houver estrada pra andar
A gente vai continuar
Enquanto houver estrada pra andar
Enquanto houver ventos e mar
A gente não vai parar
Enquanto houver ventos e mar

Todos nós pagamos por tudo o que usamos
O sistema é antigo e não poupa ninguém
Somos todos escravos do que precisamos
Reduz as necessidades se queres passar bem
Que a dependência é uma besta
Que dá cabo do desejo
A liberdade é uma maluca
Que sabe quanto vale um beijo

Jorge Palma


" O tempo tem sempre razão, independentemente do tempo que leve a tomar uma decisão. "
de um colega... sábio e sensato amigo que me ofereceu esta frase! Valeu Alcobia!

Ensaio do filósofo rafapaim às 00:33
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2010

Não quero ser igual...

Sinceramente não me julgo no poder de perdoar ninguém… antes procuro muitas vezes o perdão daqueles que falhei, decepcionei ou em alguma “altura não estive à altura”!

Sei que muitos de vós me conhecem como eu me conheço (mesmo com a dificuldade de me entregar e partilhar)… e é com base nisso que temos pautado nossas uniões com sentimentos, valores e atitudes que me orgulham! Temos a oportunidade de ser como somos… sem nos querermos mudar mas muitas vezes nos moldando.

No importante nunca falhei… no importante nunca me falharam… e é por isso que os nossos caminhos seguem juntos e a nossa história ainda não terminou! Temos sofrido ataques, críticas, ofensas, invejas e muitos julgamentos errados e injustos mas não nos iremos defender com a mesma arma!

A esses iremos perdoar, esquecer sem criticar sem nos ofendermos… não cometa o mesmo erro de ser aquilo que não se identifica, que não é e que não fez! Contudo, escute os outros… vai aprender muito sobre si e sobre eles… reflicta sinceramente sobre o que falam de si… mude, emende, peça perdão, faça diferente quando souber que o que falam é a verdade!

Para aqueles que deixamos partir… já perdoei o que falaram, pensaram e fizeram (falam, pensam e fazem) … para os que continuam… o meu eterno obrigado!

Ensaio do filósofo rafapaim às 01:21
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Terça-feira, 16 de Fevereiro de 2010

*Singular*

“ Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final...

Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.
Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.

Foi despedida do trabalho? Terminou uma relação? Deixou a casa dos pais? Partiu para viver em outro país? A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações? Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu....

Pode dizer para si mesmo que não dará mais um passo enquanto não entender as razões que levaram certas coisas, que eram tão importantes e sólidas em sua vida, serem subitamente transformadas em pó. Mas tal atitude será um desgaste imenso para todos: seus pais, seus amigos, seus filhos, seus irmãos, todos estarão encerrando capítulos, virando a folha, seguindo adiante, e todos sofrerão ao ver que você está parado.

Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem connosco.
O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardios, filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantes que revivem noite e dia uma ligação com quem já foi embora e não tem a menor intenção de voltar.
As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora...

Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja!) destruir recordações, mudar de casa, dar muitas coisas para orfanatos, vender ou doar os livros que tem.
Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração... e o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar.

Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se.
Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos. Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu génio, que entendam seu amor. Pare de ligar sua televisão emocional e assistir sempre ao mesmo programa, que mostra como você sofreu com determinada perda: isso o estará apenas envenenando, e nada mais.

Não há nada mais perigoso que rompimentos amorosos que não são aceitos, promessas de emprego que não têm data marcada para começar, decisões que sempre são adiadas em nome do "momento ideal".
Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará!

Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade.
Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante.

Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.
Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é. Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio, antes de conheceres alguém e de esperares que ele veja quem tu és.

E lembra-te:
Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão. "

Ensaio do filósofo rafapaim às 00:58
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 15 de Fevereiro de 2010

Epílogo

O primeiro passo...

Fechei os olhos aos sentimentos menores... escutei e segui o coração... e dei um “salto de fé”...

Hoje é um dia de desenhar sorrisos no rosto, de imaginar um futuro cor-de-rosa, de sonhar com tudo que está reservado para quem ousa e se aventura!!! A raíz de todos os males reside no interior de gente mesquinha, mentes maldosas e espíritos fracos!

Ultrapassei medos, quebrei barreiras, venci os erros e deixou de doer... contra tudo e contra todos fiz o que se deve fazer... o que é nobre, correcto, sincero, verdadeiro e até original! ehehe! Não é altura de começar a errar conscientemente... admito que erro muito... mas orgulho-me de escutar, ponderar e não achar que é tarde demais para emendar!

Estendo isso aos outros... afinal o final não sei... mas o caminho para um final feliz sei bem... e esse passa por aceitar as pessoas como são... passa por confiar na palavra dos outros... e quando pretendem mudar, aprender e lutar a nosso lado então certamente deve ser por aí... (mas filosofias baratas todos temos uma!)

Não tenho um objectivo... não senti esperança... mas encontrei de novo dentro de mim aquele sentimento de algo bem feito! É algo de pessoal e talvez até egoísta... é ficar feliz por não me limitar ao comum e banal da vida!

Coragem não é não sentir medo... é antes saber os riscos, os perigos e mesmo assim algo em si dizer que deve ser feito... sem que o fim justifique os meios... mas em todos os passos a expectativa de conseguir deixar algo para a posteridade.

Hoje dei o primeiro passo... para o fim... para o final... para finalizar... para encerrar um bom capítulo!

"Um amor só é grande... enquanto não encontramos aquele que vai ser maior"

Ensaio do filósofo rafapaim às 18:30
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 14 de Fevereiro de 2010

Maturidade

Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,
mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo.
E que posso evitar que ela vá a falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e
se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar
um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um 'não'.
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo...

(Fernando Pessoa)

Nem sempre as pessoas acham que devem explicações e estão certas que a razão está do seu lado, e aí o teu objectivo torna-se mais complicado e nessas alturas há que tomar posições, não radicais, mas de forma que as pessoas entendam que não podemos praticar actos que possam magoar e deixar marcas irreversíveis nos outros, ou pelo menos naqueles que dizemos gostar!
Saber falar e ouvir é sinónimo de maturidade e nem todos conseguem!!!

(biepaim)

Diz a tradição que se deve escrever no dia de hoje para a pessoa pela qual sentimos AmoR... minha mensagem vai para ti e fica apenas por aqui... audere est facere

Ensaio do filósofo rafapaim às 11:00
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2010

Parabéns brother...

Salve o dia 10 de Fevereiro…

Hoje seria um dia perfeito para estar triste… para sentir a ausência… para sentir saudades… para lembrar e pensar em tudo o que vivi e aprendi contigo!

Era fácil deixar cair lágrimas pelo rosto enquanto pensava em todas as nossas conversas, em todos os nossos momentos, nas lutas que tivemos… nos sorrisos que partilhamos… de todas as vezes que discutimos e de todas as vezes que nos perdoamos….

Mas…

É mais fácil ainda sorrir enquanto escrevo estas palavras e penso em tudo o que ainda fazemos e vamos fazer juntos… mesmo quando pensas que tudo corre mal e tens os dias cinzentos e complicados não deixas de ser uma boa referência e não perdemos o orgulho por ti…

Se algum dia pensares que não foste onde querias ir… se não fizeste o que querias fazer… se não alcançaste o que sonhaste… relembra que um bom pedaço de mim são vitórias tuas… que uma grande parte de mim se tornou melhor por causa de ti…

Não nos perdemos e não nos afastamos e porque ainda não acabou e podemos fazer sempre diferente tenho a certeza que faremos todos juntos muito melhor!!! Para sempre que precisares… mesmo quando tudo poder parecer errado e todos contra ti nunca tenhas a vergonha ou o orgulho de chamar por mim!

Parabéns!

Ensaio do filósofo rafapaim às 22:07
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 9 de Fevereiro de 2010

O ser humano não é absoluto

" Sempre achei que namoro, casamento, romance tem começo, meio e fim.
Como tudo na vida.

Detesto quando escuto aquela conversa:
- " Ah, terminei o namoro... "
- " Nossa, mas namorava fazia tempo? "
- " Cinco anos... mas não deu certo... acabou "
- " É não deu...? "

Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou. E o bom da vida, é que você pode ter vários amores.
Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam.
Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro?

E não temos esta coisa completa.
Às vezes ele(a) é fiel, mas não é bom(a) de cama.
Às vezes ele(a) é carinhoso(a), mas não é amigo(a).
Às vezes ele(a) é atencioso(a), mas não é trabalhador(a).
Às vezes ela(e) é linda(o), mas não é sensível.
Tudo nós não temos. Perceba qual o aspecto que é mais importante e invista nele.

Pele é um bicho traiçoeiro.
Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia. E às vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona...
Acho que o beijo é importante... e se o beijo bate... se joga...
Se não bate... mais uma bebiba por favor, e vá dar uma volta.

Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra..
O outro tem o direito de não te querer.
Não lute, não ligue...
Se a pessoa esta com dúvidas, problema dela, cabe a você esperar ou não.
Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.

O ser humano não é absoluto.
Ele tem dúvidas e medos, mas se a pessoa realmente gostar, ela volta.
Nada de drama. Que graça tem alguém do seu lado sob chantagem, gravidez, dinheiro, recessão de família?
O bom mesmo é alguém que está com você por você.
E vice versa.
Não fique com alguém por dó também.
Ou por medo da solidão.

Nascemos sós. Morremos sós. Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado.
E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.
Tem gente que pula de um romance para o outro.
Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?
Gostar dói.
Você muitas vezes vai ter raiva, ciúmes, ódio, frustração.
Faz parte. Você namora um outro ser, um outro mundo e um outro universo.

E nem sempre as coisas saem como você quer...
A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.
Se alguém vier com este papo, corra, afinal, você não é terapeuta.
Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.
Na vida e no amor, não temos garantias.

E nem todo sexo bom é para namorar.
Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar.
Nem todo beijo é para romancear.
Nem todo sexo bom é para descartar... ou se apaixonar... ou se culpar.

Enfim... quem disse que ser adulto é fácil? "

Ensaio do filósofo rafapaim às 22:50
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 6 de Fevereiro de 2010

Desvanecer

Quanta falsidade se pode esconder numa mensagem, num encontro, num regresso e num retomar...

Um dia o olhar perde o brilho, o sorriso a felicidade e a amizade o sentido... é mais feliz aquele que mais amou... é melhor aquele que não julgou...

Indiferença, desprezo são gestos simples encobertos por um simples não cumprimentar... perca tempo com quem estiver disposto a perder tempo consigo...

A ausência de problemas de consciência não é prova de um comportamento irrepreensível, pois pode simplesmente resultar da ausência de escrúpulos. Mentir para si próprio é sempre a pior mentira...

Olhei para mim... mas olhei como quem observa e não apenas como quem vê... descobri que estava diferente, descobri que tenho algo para dar...

Ensaio do filósofo rafapaim às 13:45
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31