.Filosofias Recentes

. Outro reinício ...

. 5 sentidos...

. Calma! Está tudo perfeita...

. É desta vez...

. Desperdício

. Indiferenças

. Certezas!

. Perspectivas…

. A dor do amor

. Também é amizade

. A vida segue!

. Livro dos Loucos

. Basta o essencial

. Redes Sociais

. Eu no meu papel

. Indian Piggy

. Anonimamente ela...

. Voltou a acontecer

. Eu quero ser o teu proble...

. The Space Between

. o quatro do quatro a uma ...

. Sutilmente

. Deus está aqui

. Semelhanças...

. Onde você mora?

.Filosofias Passadas

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Abril 2013

. Outubro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2009

O melhor de 2009...

Uma nova oportunidade de recomeçar...

Sem nunca esquecer nada para que os mesmo erros não sejam cometidos... sem nunca desistir para que não perca o melhor da vida... sem nunca deixar de acreditar em si e nos outros... e em jeito de filosofia barata:

Não chore porque terminou... sorria porque aconteceu...

O futuro, o presente jamais vão estragar o passado... por isso viva intensamente e siga do seu jeito, da sua maneira, cumprindo suas promessas, agindo de acordo com a sua palavra, valores e honra... a sua filosofia barata de vida é tão boa como a minha... nem que seja pela facto de ser a sua!

Feliz 2010!!!

http://filosofiabarata.blogs.sapo.pt/arquivo/1089661.html

http://filosofiabarata.blogs.sapo.pt/arquivo/1090415.html

http://filosofiabarata.blogs.sapo.pt/arquivo/1090420.html

http://filosofiabarata.blogs.sapo.pt/arquivo/1090446.html

http://filosofiabarata.blogs.sapo.pt/arquivo/1090548.html

http://filosofiabarata.blogs.sapo.pt/arquivo/1090758.html

http://filosofiabarata.blogs.sapo.pt/arquivo/1090816.html

http://filosofiabarata.blogs.sapo.pt/arquivo/1092921.html

http://filosofiabarata.blogs.sapo.pt/arquivo/1093822.html

http://filosofiabarata.blogs.sapo.pt/arquivo/1094561.html

http://filosofiabarata.blogs.sapo.pt/arquivo/1094786.html

http://filosofiabarata.blogs.sapo.pt/arquivo/1094796.html

Ensaio do filósofo rafapaim às 12:00
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 30 de Dezembro de 2009

Tempo para agir

Eu acredito que em 2010 teremos mais tempo...
Tempo para aprender
Tempo para ensinar o que de bom aprendemos
Tempo para reflectirmos sobre nossos erros
Tempo para fortalecermos nossos acertos
Tempo para restabelecer laços que se romperam
Tempo para estreitar amizades que conquistamos
Tempo para falar de nossos sonhos
Tempo para ouvir um pouco dos sonhos do próximo
Tempo para trabalhar muito mais
Tempo para se divertir, ou simplesmente não fazer nada
Tempo para cuidar da mente, do corpo e da saúde.
Ensaio do filósofo rafapaim às 11:12
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Dezembro de 2009

História de encantar...

Ela tinha um ar tão bonito...

A felicidade emanava-se-lhe dos poros, saia-lhe pelas narinas, misturava-se na saliva e no odor a flores do cabelo claro. E o andar era encantador... totalmente equilibrada sobre os saltos altos... andava num passo seguro, talvez apressado, talvez ansioso. Ele olhava-a mesmo ao lado.. com pena...

Ela tinha um ar tão bonito...

Ele chegou finalmente... o sorriso agora era ainda mais maravilhoso! Como explicar a felicidade que nos sai dos poros, e das narinas, e da saliva, e do odor do cabelo claro, e que faz reagir o hipotálamo, que faz o sangue correr mais depresa, que dispara a produção de ocitocina e dopamina e que faz de nós totais toxicodependentes, cuja substância é tão dificil de encontrar.

Ela tinha um ar tão bonito...

Ele nem queria olhar... por momentos decidiu afastar-se... olhou à sua volta... o sorriso dele era fechado. O dela continuava sincero, mas confuso. E a reacção dele foi nula ao beijo que ela lhe deu na boca. Ela soluçava já. Pedia-lhe por favor que não fizesse isso, que ela não queria, que era demasiado doloroso. Perguntava-lhe a chorar o que podia fazer mais quase que aos gritos já (e até nos gritos ela era suave e delicada).

E ele chorava com ela, gritando que a amava mas que tinha mesmo de fazer aquilo! E se ao menos ele pudesse fazer alguma coisa... mas não podia. Logo ele, que tinha prometido fazê-la feliz.

Ensaio do filósofo rafapaim às 22:17
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Dezembro de 2009

Feliz Natal

E porque os milagres também acontecem... e porque nesta altura as famílias devem estar juntas, não fazia sentido nenhum eu ficar de fora... ehehe!

Este ano guardem o que é digno de ser guardado e vivam o próximo com a certeza de que tudo pode ser sempre melhor...

Feliz Natal e Bom Ano Novo!

Ensaio do filósofo rafapaim às 12:12
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 24 de Dezembro de 2009

Stay or Leave

Maybe different but remember
Winter is warm with you and I
Kissing whiskey by the fire
With the snow outside
When the summer comes
The river swims at midnight shiver cold
Touch the bottom you and I
With muddy toes

Stay or Leave
I want you not to go but you should
It was good as good goes
Stay or Leave
I want you not to go but you did

Wake up naked drinking coffee
Making plans to change the world
While the world is changing us
It was good good love
You used to laugh under the covers
Maybe not so often now
The way I used to laugh with you
Was loud and hard

Stay or Leave
I want you not to go but you should
It was good as good goes
Stay or Leave
I want you not to go but you did

What to do
With the rest of the day's afternoon haze
Isn't it strange how we change
Everything we did
Did I do all that I could
Did I said enough

Remember we used to dance
Everyone wanted to be
You and me, I want to be too
What day is this
Besides the day you left me
What day is this
Besides the day you went

What to do
With the rest of the day's afternoon haze
Well isn't it strange how we change
Everything we did
Did I do all that I could

Remember we used to dance
Everyone wanted to be
You and me, I want to be too

What day is this
Besides the day you left baby
What day is this

Dave Matthews Band

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 23 de Dezembro de 2009

Enjoy your second life...

Não se deixe enganar pela ignorância… não se deixe afastar pelo medo…

Que na distância encontres o anonimato que pretendes e que no desconhecido encontres o caminho de volta… não é o silêncio que impede o contágio… não é a proximidade que deve assustar….

Sei que vão recusar… um beijo… um abraço… uma despedida… mas isso é preconceito e mesmo com “aquele triste e patético" adeus agradeço a coragem que tiveste e o aviso que fizeste! Correu bem para ambos, irá de certeza continuar a correr bem!!!

Deve custar partir… mas deve saber bem poder recomeçar… não fiques na solidão… não te escondas do mundo… e muito menos não tenhas medo do passado… sei que por mim não te vai perseguir!

É egoísmo estar feliz por não ter… pareceu cruel mostrar aquele pedaço de papel… mas estou na luta, e seguirei guardando o teu pedido!!! Mesmo não sendo ou mostrado ser um grande amigo sabes que como sempre digo… “quando é para se fazer… ou se faz bem… ou então não se faz …”

Enjoy your second life…

Ensaio do filósofo rafapaim às 14:43
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Dezembro de 2009

O que você é!!!

Sempre ouvi dizer que “o espelho da nossa alma são os olhos”…

Uma pessoa que é boa… acreditará que os outros são caridosos e bons…
Uma pessoa que é honesta… acreditará que os outros são sinceros e verdadeiros…
Uma pessoa que é íntegra… acreditará que os outros defendem os seus valores e honra…
Uma pessoa que é verdadeira… acreditará que os outros são inocentes e ingénuos nas suas acções…

Contudo gostamos de dizer que somos tudo isso mas que os outros não podem ser… não é curioso achar que é a única pessoa do mundo com qualidades?! Ou não será que desconfia de tudo e de todos porque sabe que na verdade é você que é o contrário de tudo que acredita ser?

Se acha que os outros são maus… então é porque é vil e maldosa…
Se acha que os outros são mentirosos… então é porque é falsa e dissimulada…
Se acha que os outros são infiéis… então é porque é um traidor e um falso amigo…
Se acha que os outros são falsos… então é porque mente e finge o que sente….

Não somos os únicos perante a realidade a enfrentar os problemas e as situações da melhor maneira! Acredite na palavra dos outros… acredite na verdade dos outros… porque nem tudo o que sabe, tudo o que vê, tudo o que ouve, tudo o que pensa, tudo que imagina têm de ser a verdade ou a realidade…

Você será aquilo que consegue ser para os outros… assim quando julga alguém o que na verdade está a mostrar é aquilo que você é!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 19:17
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009

O que parece... nem sempre é...

Sei que tudo ficará bem, com o tempo, eu sei que vou voltar a sorrir…
(tenho a certeza que sim, e que vais ter uma vida plena e feliz…)

Na verdade nunca saberei como teria sido…
(o que falaste para mim foram palavras bonitas mas vazias… com sentimento mas sem significado! … realmente chega de perder tempo, carinho, amizade e amor com quem quer nos esquecer e deixar de gostar!)

Um dia respondo-te a isto…
(aceito tranquilamente aquilo que não posso mudar… mas nesse dia terei pena de ti… deixa como esta! Acredito no que falaste e fizeste… não tenho razões para duvidar de ti, confio nas pessoas mas aquilo que demonstras hoje é que não devo confiar e acreditar em ti porque és capaz de me magoar e fazer sofrer…)

Mas não posso, não quero, porque a minha decisão está tomada, e cada um terá o seu final feliz, à sua maneira, e porque os caminhos que tomaremos nos levarão, inevitavelmente, para longe um do outro…
(não podes, não queres e acrescento não deves… mas sim, sabes lá o que o futuro reserva e talvez tudo volte a ser como era com a tua ilusão de vida… ja que é para sonhar vale tudo até nós podiamos dar certo… quem sabe?!?)

Acredito que tudo é possível…
(eu também principalmente na frieza e crueldade das pessoas para si e para os outros… um erro para emendar outro erro… sao dois erros!!!)

Eu guardarei uma pessoa que sinceramente no meu coração sei quem é… uma pessoa sincera e carinhosa… uma pessoa forte e decidida… um ser humano fantástico e perfeito… uma miúda 5 estrelas… uma mulher linda e sensual… uma amiga, uma companheira… misturo isso tudo com simpatia, elegância, um sorriso contagiante e uma alegria cativante!!! Olhei um dia para ti um dia com o desejo de poder ser como tu… tu fizeste com que eu queira ser melhor pessoa!

E não usando a palavra saudades, ontem e hoje, ainda sinto falta de quando nos riamos, dos banhos intermináveis, dos abraços sinceros, dos beijos, da paixão, do amor, do carinho, dos almoços, das piadas privadas, de olhar para ti a um palmo do teu nariz, de te tocar, de te fazer uma festa, do cafuné no cabelo, do colo, sinto simplesmente falta de ti, de nós. Mantemos a amizade… perdemos a cumplicidade e a intimidade… mas sei que vamos rir ainda muito juntos!

Vamos perder os dois… eu perco a possibilidade de partilhar a minha vida com alguem especial como tu… mas tu perdes mais… perdes a pessoa que mais gostou de ti! Nao estou arrependido, nunca me arrependi e nunca me vou arrepender, porque amei e amo verdadeiramente você!

Aquele beijo!!! (que continuam “aquela coisa”… tem mesmo qualquer coisa…!)

Nem tudo é como a gente acha que é... nem tudo é como a gente imagina que é... nem tudo é como a gente pensa que viu que é... as coisas são como são e quem somos nós para sabermos toda a verdade...

Não entendas mal os meus gestos, as minhas atitudes mas o carinho, a amizade e o amor por outra pessoa não é medido por aquilo que tu fazes… mas sim o que tu deixas a outra pessoa fazer, ser, decidir e no fim estar do seu lado… mesmo distante sigo ao pé de ti!!!
E com isto espero que entendas que olho para ti e sei quem és e que admiração e orgulho por ti é coisa que em mim não falta… e protegerei e cuidarei de ti sempre!!! A tua decisão eu sei qual foi… os motivos e por que tomaste sabes tu… por isso aquilo que me pedes é que te deixe partir… eu deixarei… (L)

Sigo o meu caminho sem nunca me trair e sem nunca ter feito algo que não assumi!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 21:05
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31