.Filosofias Recentes

. Outro reinício ...

. 5 sentidos...

. Calma! Está tudo perfeita...

. É desta vez...

. Desperdício

. Indiferenças

. Certezas!

. Perspectivas…

. A dor do amor

. Também é amizade

. A vida segue!

. Livro dos Loucos

. Basta o essencial

. Redes Sociais

. Eu no meu papel

. Indian Piggy

. Anonimamente ela...

. Voltou a acontecer

. Eu quero ser o teu proble...

. The Space Between

. o quatro do quatro a uma ...

. Sutilmente

. Deus está aqui

. Semelhanças...

. Onde você mora?

.Filosofias Passadas

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Abril 2013

. Outubro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

Domingo, 26 de Agosto de 2007

Palavras

Palavras não são más
Palavras não são quentes
Palavras são iguais
Sendo diferentes
Palavras não são frias
Palavras não são boas
Os números pra os dias
E os nomes pra as pessoas
Palavra eu preciso
Preciso com urgência
Palavras que se usem
em caso de emergência
Dizer o que se sente
Cumprir uma sentença
Palavras que se diz
Se diz e não se pensa
Palavras não têm cor
Palavras não têm culpa
Palavras de amor
Pra pedir desculpas
Palavras doentias
Páginas rasgadas
Palavras não se curam
Certas ou erradas
Palavras são sombras
As sombras viram jogos
Palavras pra brincar
Brinquedos quebram logo
Palavras pra esquecer
Versos que repito
Palavras pra dizer
De novo o que foi dito
Todas as folhas em branco
Todos os livros fechados
Tudo com todas as letras

Titãs

Ensaio do filósofo rafapaim às 01:19
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Quarta-feira, 22 de Agosto de 2007

Será assim tão bom?!

Não tem de ser perfeito… nem precisa ser especial… muito menos avassalador…

Quase que magoa… parece uma droga… desnorteia… cometem-se as maiores loucuras…

Queremos paixões infinitas… sentimentos profundos… desejos extremos… necessidades absolutas…

…

Onde fica a estabilidade… o bom senso… a felicidade… e a segurança?!

…

Será assim tão bom esse sentimento a que todos chamam de amor?!

Ensaio do filósofo rafapaim às 02:39
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sexta-feira, 3 de Agosto de 2007

Universos paralelos

Finalmente acontece…

Alguém tão perto e ao mesmo tempo tão longe pode influenciar a nossa vida… algo que não faz sentido hoje pode ser fundamental para o amanhã!!!

É bom admirar e respeitar algo… não somos desprovidos de ambição e sonho… ter objectivos e metas é importante, mas não é menos importante como os alcançamos!!!

A vida é feita de escolhas, prioridades e decisões… e mesmo quando parece que tudo corre ao contrário talvez tenha corrido pelo melhor. O único defeito por vezes é o tempo… mas esse mesmo devagar sempre chega… cabe a nós recordar e perceber porque foi de determinada forma e não de outra.

Conhecer alguém é sempre uma experiência única… mesmo quando de universos distantes pertencem!!! Entre abcissas, ordenadas, niilismos e risos a naturalidade surgiu…

Somos importantes para quem menos esperamos… e enquanto não voltamos a “estar à beira um do outro” fica “aquele beijo” no ar!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 06:59
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

.Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31