.Filosofias Recentes

. Outro reinício ...

. 5 sentidos...

. Calma! Está tudo perfeita...

. É desta vez...

. Desperdício

. Indiferenças

. Certezas!

. Perspectivas…

. A dor do amor

. Também é amizade

. A vida segue!

. Livro dos Loucos

. Basta o essencial

. Redes Sociais

. Eu no meu papel

. Indian Piggy

. Anonimamente ela...

. Voltou a acontecer

. Eu quero ser o teu proble...

. The Space Between

. o quatro do quatro a uma ...

. Sutilmente

. Deus está aqui

. Semelhanças...

. Onde você mora?

.Filosofias Passadas

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Abril 2013

. Outubro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

Sábado, 19 de Maio de 2007

Eu mudar... nem pensar...

... eu gosto como eu sou…

… só tirava uns quilinhos… e mudava a cor dos olhos… já agora do cabelo… sendo superficial fazia um peeling e um lifting… colocava botox e silicone... fazia uma ou outra sessão de mesoterapia e drenagem linfática… fazia a terapia do chocolate e depois fazia uma lipoaspiraçao… usava lentes de cor e trocava todo o meu guarda-fatos…

… tinha um emprego melhor… ganhava mais e fazia menos… tinha uma vida interessante… muitas viagens e reuniões de negócios… mas estranhamente tinha imenso tempo livre… aprendia a jogar golfe e tinha um barco… trocava imediatamente de carro… e a casa passava a ser mansão…

mas acho que era tudo… ou então só mais uma coisinha…

… mudava também a minha maneira de ser… mais compreensivo, mais sensível e mais simpático…  inteligente penso que já sou… bonito o quanto baste… prefiro charme e sedução… cair em graça e ser engraçado… sabia dançar e conversar… tinha um bom coração…

penso que era tudo… basicamente todos gostamos de ser como somos não é!?!

Ensaio do filósofo rafapaim às 20:42
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quinta-feira, 17 de Maio de 2007

Tanto Bem... Tanto mal...

E quantas relações são assim... fazem mal... mas que perpetuam durante uma vida...

- Tá Tudo Errado -

Tá tudo errado entre nós o coração me diz
Que se eu ficar com você não posso ser feliz
Tantas palavras amargas que nós já trocamos
Ah meu amor me pergunto se nós nos amamos
Tarde demais pra voltar não dá pra consertar
A ilusão acabou não dá pra disfarçar
Não sei por que não te esqueço e você não me esquece
Quando a cabeça não pensa o corpo padece
Eu não te amo e você não me ama
Mas te desejo e você me deseja
Se eu não te chamo é você que me chama
Você me odeia me abraça e me beija
A gente já se deixou tantas vezes
Que nosso adeus já perdeu a moral
Que amor é esse que faz tanto bem e que faz tanto mal

Emilio Santiago

- Assim Caminha a Humanidade -

Ainda vai levar um tempo
Pra fechar o que feriu por dentro
Natural que seja assim
Tanto pra você
Quanto pra mim

Ainda leva uma cara
Pra gente poder dar risada
Assim caminha a humanidade
Com passos de formiga
E sem vontade

Não vou dizer que foi ruim
Também não foi tão bom assim
Não imagine que te quero mal
Apenas não te quero mais

Ainda vai levar um tempo
Pra fechar o que feriu por dentro
Natural que seja assim
Não imagine que te quero mal
Apenas não te quero mais

Lulu Santos

Adeus também foi feito pra se dizer.. Bye bye, so long, farewell...

Ensaio do filósofo rafapaim às 12:03
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quarta-feira, 9 de Maio de 2007

Waiting on The World to Change

Me and all my friends
We're all misunderstood
They say we stand for nothing
And there's no way we ever could
Now we see everything that's going wrong
With the world and those who lead it
We just feel like we don't have the means
To rise above and beat it

So we keep waiting
Waiting on the world to change
We keep on waiting
Waiting on the world to change

It's hard to beat the system
When we're standing at a distance
So we keep waiting
Waiting on the world to change

Now, if we had the power
To bring our neighbors home from war
They would have never missed a Christmas
No more ribbons on their door
And when you trust your television
What you get is what you got
Cause when they own the information
They can bend it all they want

That's why we're waiting
Waiting on the world to change
We keep on waiting
Waiting on the world to change

It's not that we don't care,
We just know that the fight ain't fair
So we keep on waiting
Waiting on the world to change

We're still waiting
Waiting on the world to change
We keep on waiting
Waiting on the world to change
One day our generation
Is gonna rule the population

So we keep on waiting
Waiting on the world to change
No we keep on waiting
Waiting on the world to change

John Mayer

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:18
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 8 de Maio de 2007

Respondendo a comentários...

Resta saber, e isto também daria uma estupenda filosofia barata, quando é que se pode considerar que tudo está bem... Só se soubermos responder a esta pergunta é que sabemos que estamos perante o final, caso contrário podemos ficar eternamente à deriva...

Saber quando tudo está bem?!?

Fácil... quando não conseguimos lembrar do rosto de quem amamos... esse pormenor fará que todos os dias tenha aquela imensa vontade de estar perto de quem gosta... lembrança e amor andam desencontrados.. quando olhamos para eles com olhos de quem os observa pela primeira e última vez e isso nos rouba o fôlego... mas não confunda com insegurança e imprevisibilidade... (fácil responder... mas não falei fácil de acontecer!)

Para a próxima pergunta procurei na Wikipédia… e descobri que “O Fim” é uma página de desambiguação, que lista artigos associados a um mesmo título!!! (para compreender o significado desta explicação eu recorri ao dicionário!)
…
Ampliei a procura para o Google… e cheguei a conclusão que “Quando é que sabemos que estamos perante o final” é no momento da compra de um Renault!!! (Eu estava inclinado para a compra de um Alfa Romeo!)
…
Resolvi então procurar onde interessa para construir uma filosofia barata… isso mesmo, numa conversa de um amigo que de certeza têm um amigo que conhece um amigo a quem tudo lhe acontece!

Felizmente eu tenho esse tipo de amizade… mais de dois anos de blog revelam que eu tenho muitos amigos com conversas inúteis mas isso é outra conversa!!!

Já tive conversas sobre “o fim do mundo”…  mas aqui tratarei do fim da esperança, da espera, do amor…

Fácil mesmo é andar iludido e querer acreditar que “enquanto há vida, há esperança” e realmente se o leitor torcer pelo Sporting fica mais complicado conseguir separar estas duas coisas… mas isto dos finais é bom… sim leu bem… é a verdadeira razão para tudo!!!

Se nada acabasse que monótono que isto era… era uma vida inteira de coisas por fazer, planos por concretizar e imensas resoluções de fim de ano a prometer que para o ano é que vai ser… depois do fim podemos dar tudo por encerrado e acaba o sofrimento por questões pendentes…

Outra coisa boa do fim é que depois de acabar sabemos se valeu a pena… é porque quando tudo corre bem não conseguimos avaliar as coisas… assim como o hábito nos torna dependentes de algo que não precisamos e que nos faz mal…

Ainda poderia falar que o fim revela o começo de outra coisa… agora quando é que sabemos que tudo está bem?! É quando paramos para pensar na nossa vida e descobrimos que estamos pior, isso significava que antes é que estava bem… mas se nesse momento tivesse pensado talvez a conclusão fosse um outro tempo anterior ao que estamos… ou seja, as coisas estavam bem era antes de existir… assim que se deu o início só voltamos a ficar bem no fim…

Resta acreditar que o fim não é assim tão mal… afinal existem nos contos de fadas finais felizes!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 18:59
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 7 de Maio de 2007

Decisões de morte

Quem não conhece a seguinte filosofia barata…

“Vive como fosses morrer hoje… um dia vais estar certo”

Se não conhecia… passa a conhecer… e decerto concordará que só por si é uma daquelas teorias engraçadas… faz um apelo ao viver intensamente, ao viver os nossos sonhos e procurar a nossa felicidade… não fiquem amarrados às teorias dos outros, o que é normal nem sempre é o melhor… e mesmo não tendo tudo o que quer… talvez tenha tudo o que precisa!

Serve na perfeição como lema de vida!!! Quantas vezes não ficamos atrapalhados, envergonhados, encabulados perante uma qualquer situação da vida… agora olhe no espelho e compare essa sensação com a certeza de saber que iria morrer hoje!!!

Resultado:

Parece insignificante… afinal passar por algo fora do convencional ou tomar uma atitude que todos julgam de “louca” perto da morte deixa de ser assim tão importante… não faço o apelo a uma total anarquia mas em certas situações é um bom contra-peso para as decisões…

Não fique preso a dogmas, a preconceitos a lugares comuns… quebre também as filosofias baratas se isso for do seu agrado… siga o seu coração, instinto, karma, destino ou intuição porque no final você e apenas você sabe o que é bom para si!!!

E no fim... tudo só acaba... quando tudo está bem... senão ainda não é o fim!!! (... e mais uma filosofia barata de graça!!!)

Ensaio do filósofo rafapaim às 20:48
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31