.Filosofias Recentes

. Outro reinício ...

. 5 sentidos...

. Calma! Está tudo perfeita...

. É desta vez...

. Desperdício

. Indiferenças

. Certezas!

. Perspectivas…

. A dor do amor

. Também é amizade

. A vida segue!

. Livro dos Loucos

. Basta o essencial

. Redes Sociais

. Eu no meu papel

. Indian Piggy

. Anonimamente ela...

. Voltou a acontecer

. Eu quero ser o teu proble...

. The Space Between

. o quatro do quatro a uma ...

. Sutilmente

. Deus está aqui

. Semelhanças...

. Onde você mora?

.Filosofias Passadas

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Abril 2013

. Outubro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

Segunda-feira, 17 de Outubro de 2005

Talvez a frase seja original...

O homem tem mais desejos que necessidades...

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Domingo, 16 de Outubro de 2005

Música ou iogurte

"Uma nova geração de consumidores, filha ou mesmo já neta do velhinho Napster (e derivados) habituou- se a ver na música algo que se procura em www, descarrega e, eventualmente, grava num CD para o qual se faz (ou não) a capa... A primeira etapa da chamada desmaterialização, isto é, a mudança de comportamentos entre uma geração que compra e guarda discos e uma outra, que faz «download» de temas guardados num banco de dados ao qual tem acesso quando quer e entende, viciou já o que parecia uma transição dinástica pacífica para o poder instituído.

De maior sismicidade que o punk, a pirataria digital abalou as fundações da indústria em apenas um ano. Com uma diferença de maior: o punk não só era um fenómeno pop (portanto efémero), como em pouco tempo se adaptou aos cenários que obrigara a mudar (não esquecendo que a indústria o assimilou, engoliu e, depois, usou). E a vida continuou... A pirataria digital, pelo contrário, acontece como acção exterior ao meio «criativo», implicando transformações de hábitos mais difíceis de dominar, moldar, muito menos eliminar.

A nova geração de consumidores não só está habituada ao facto de não ter de recorrer às lojas sempre que quer «sacar» música, como se acostumou ao hábito de a conseguir por... nada.

À borla!

Seja por «download» de sites «fora da lei», seja pela pura e simples cópia (por vezes da cópia, da cópia, da cópia), a música à borla é uma das «conquistas» do século, assim pensa quem consegue «arranjar» som sem gastar um cêntimo, em postura tipicamente egoísta de quem usa, sem se ralar, o trabalho de outros. Afinal, nada mais que uma manifestação de hábitos viciados de um tempo em que, do excesso de liberdade mal gerida, nasceu um comportamento global numa população que advoga direitos, e tenta não pensar em deveres.

A música à borla é hoje uma preocupação de quem dela vive (criando-a, gravando- a, editando-a, vendendo-a). A música à borla é maior ameaça que uma Britney. A música à borla é um hábito que, num dia em que o acesso online for, de facto, ligação corrente para todos, se poderá transformar em inevitabilidade a combater em outros patamares. A música à borla é o primeiro mau hábito áudio do século XXI."

Nuno Galopim

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | favorito
Sábado, 15 de Outubro de 2005

Nacionalidades

Porque em Espanha são espanhóis… e na Rússia não são rissóis?!

Porque na Suécia são suecos… e em Marrocos não são marrecos?!

Porque em Marrocos são marroquinos… e na Suíça não são suínos?!

Porque na Polónia são polacas… e na Estónia não são estacas?!

Realmente não tinha mais nada para fazer…

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 14 de Outubro de 2005

Problema Sério

Hoje a filosofia barata vai para um tema que me preocupa muito…

Devo lembrar que os temas que me preocupam para escrever filosofias baratas são sempre muito importantes para o bom desenrolar do universo… a estabilidade cósmica é alcançada com a leitura e reflexão destes textos!!!

Depois de toda esta conversa sem jeito nenhum, vamos falar sobre o problema da água!!! (nesta altura até parece que a coisa é séria, mas não é, falo do problema da guerra das águas com gás)

Água devia ter sabor de água… que não sei muito bem que sabor é esse… mas sabe bem!

Água mineral e com gás já é uma pequena perturbação da ordem natural das coisas… mas até dá jeito quando estamos enjoados!!! Agora chegar ao ponto de criar água com gás leve?!?!

Qual é?!?! Para quem gosta mais ou menos de água com gás?

“Água com gás… mas pouco” – serei o único a achar ridículo!!!

Para finalizar a criação da água com gás com sabor a limão, morango, maracujá, goiaba, maça… se querem a minha humilde opinião… que tal água com gás com sabor a Coca-Cola… e no nosso Portugal vendia melhor com sabor a cerveja ou vinho!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 13 de Outubro de 2005

Uma boa reflexão...

"Se é verdade que a critica é o maior parte das vezes algo saudável que contribui para alertar os amigos para algo que consideram desconforme, não é mais verdade que criticar determinado estilo de vida ou determinadas opções de vida  é redutor da  pessoa criticada e revela prepotência do critico, que considera ter optado pelo caminho certo.

Deixando de rodeios e dirigindo-me de imediato ao assunto:

O facto de uma pessoa não ter príncipe encantado pode significar uma de duas coisas; não quer encontrar, o que considero legitimo; ou ainda não o encontrou.

Desta forma afirmações como "eu pelo menos tenho príncipe encantado" magoam a pessoa visada em qualquer das duas situações atrás referidas, se no primeiro caso significam que não concordam com a opção, e portanto estão convencidos que fizeram uma opção melhor já no segundo caso estão a pressionar para uma coisa que não deve ser pressionada.

Continuando o sermão, importa ainda referir que, quando se trata de príncipes e princesas encantado(a)s, não se está propriamente a falar de o meu  clube  de  futebol, "o meu ganhou e o teu perdeu nha nah nhaaa", é bom recordar que na vida certezas só há uma."

Quem é quem para o que quer que seja... quando todos os dias tudo se renova, tudo se altera, quem acha que o padrão normativo a seguir é a sua opinião e estilo de vida não é ele o próprio que esta errado?!

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quarta-feira, 12 de Outubro de 2005

O que vai ser?!

Cinco meses de férias… vamos ver se ainda não perdi o jeito (será que alguma vez tive?!)

E quem será que ainda visita este lugar na esperança de uma nova filosofia???!!! (aqui fica um obrigado especial a essas duas meninas “Flora” e “chris” pelas visitas/comentários e sobretudo amizade!)

Agora chega de conversa fiada e vamos ao que interessa… e para aquilo que me “pagam” para fazer…

Existe melhor filosofia barata de regresso do que falar de comida… para ser mais preciso, da escolha da nossa refeição?! De certeza que existe, mas como sou eu que tenho a password para aqui escrever, aqui vai disto!!!

Nunca percebi, mas talvez por vezes também o faça, qual a razão que leva as pessoas na hora de decidir o que vão comer perguntarem a todos da mesa qual a sua escolha?! Esperam uma ideia nova?! (mas os pratos não estão todos na ementa?!)… uma sugestão?! (mas ninguém vai inventar nada?!)… que cresça o apetite ao ouvir o nome dos pratos ditos em voz alta pelos seus famintos colegas?!

Podem falar que estão à espera para poder dividir o prato… mas penso que isso não é justificação para tal atitude! Tudo de volta da mesa esperando que o primeiro pobre coitado diga o que vai comer:

- Então o que vai ser?!
- Eu quero o mesmo que o meu colega!
- Epá… deixa-te disso… eu como aquilo que tu comeres!!!
- Nada disso, escolhe tu!
- Quero então aqui o primeiro prato!

… diz o empregado…

- Acabou!!!

- Então escolhes tu agora!
- Nada disso, és tu outra vez, quem sabe se a segunda não é de vez…
- Algo me diz que o provérbio não é assim!
- Olha, olha… é mais esperto que os outros…

Ou acaba mal… ou acaba a hora de almoço e ainda estão nisto!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 21:49
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
Terça-feira, 4 de Outubro de 2005

Muitos Parabéns!!!

Um regresso?!? ... um dia eu regresso... enquanto isso não acontece fica apenas uma lembrança de uma pessoa que nunca esqueço!!!

Feliz Aniversário...

"M"uitos Parabéns...

"M"uitas Felicidades...

"M"uitos anos de vida!!!

Aquele beijo... com tudo de bom para esta nova fase da vida!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:37
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

.Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31