.Filosofias Recentes

. Find Me

. Outro reinício ...

. 5 sentidos...

. Calma! Está tudo perfeita...

. É desta vez...

. Desperdício

. Indiferenças

. Certezas!

. Perspectivas…

. A dor do amor

. Também é amizade

. A vida segue!

. Livro dos Loucos

. Basta o essencial

. Redes Sociais

. Eu no meu papel

. Indian Piggy

. Anonimamente ela...

. Voltou a acontecer

. Eu quero ser o teu proble...

. The Space Between

. o quatro do quatro a uma ...

. Sutilmente

. Deus está aqui

. Semelhanças...

.Filosofias Passadas

. Agosto 2017

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Abril 2013

. Outubro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

Quinta-feira, 12 de Maio de 2005

Porque tive de escrever

"Só quem sentiu escreve um sonho... sem ter local onde guardar é no peito que o ponho...

... essencial como o amor é calma e paciência... a minha vida é um livro em que o final tem reticências...

... saber estar... saber ser... no fundo saber fazer.....viver em formação é estar sempre a aprender..."

"Não te esqueças que viver não é só existir...

Não digas nada... guarda para ti... porque eu morrerei... longe de ti... morrerei... se não tiver para mim!!!"

Nenhuma frase é de minha autoria (nem são partes de um só texto, ou de um só autor)... mas todas gostaria de ter escrito! Obrigado!

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:57
link do post | comentar | ver comentários (28) | favorito
Quarta-feira, 11 de Maio de 2005

Loucos de Lisboa

Parava no café quando eu lá estava
Na voz tinha o talento dos pedintes
Entre um cigarro e outro lá cravava
a bica, ao melhor dos seus ouvintes

As mãos e o olhar da mesma cor
Cinzenta como a roupa que trazia
Num gesto que podia ser de amor
Sorria, e ao sorrir agradecia

São os loucos de Lisboa
Que nos fazem recordar
A Terra gira ao contrário
E os rios correm para o mar

Um dia numa sala do quarteto
Passou um filme lá do hospital
Onde o esquecido filmado no gueto
Entrava como artista principal

Compramos a entrada p'ra sessão
Pra ver tal personagem no écran
O rosto maltratado era a razão
De ele não aparecer pela manhã

São os loucos de Lisboa
Que nos fazem recordar
A Terra gira ao contrário
E os rios correm para o mar

Mudamos muita vez de calendário
Como o café mudou de freguesia
Deixamos de tributo a quem lá pára
Um louco a fazer-lhe companhia

E sempre a mesma posse o mesmo olhar
De quem não mede os dias que vagueam
Sentado la continua a cravar
Beijinhos as meninas que passeiam.

Ala dos Namorados

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:18
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 10 de Maio de 2005

Explicações

"As cartas de amor
deveriam ser fechadas
com a língua.
Beijadas antes de enviadas.
Sopradas, respiradas.
O esforço do pulmão
capturado pelo envelope,
a letra tremendo
como uma pálpebra.
Não a cola isenta, neutra,
mas a espuma, a gentileza,
a gripe, o contágio.
Porque a saliva
acalma um machucado.

As cartas de amor
deveriam ser abertas
com os dentes."

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Segunda-feira, 9 de Maio de 2005

Acidentes de percurso

Não repitam os seguintes conselhos/opiniões/sugestões desta filosofia barata!

Uma conclusão que cheguei (e são daquelas bem loucas que tenho)... é que uma das maneiras possíveis de manter um relacionamento é ter um acidente de carro!!!

Não um acidente qualquer... um acidente com o carro dela... isto quando os dois vão no mesmo carro e você for o condutor (senão nem resulta cortar os cabos do travão para ela bater!!!).

Ora bem, o pai de tão meiga menina, oferece o carro para a sua barbie... ela deixar você conduzir já vai criar um certo atrito entre os dois, e segundo estudos realizados pela NASA, as mulheres gostam sempre daqueles que os pais não aprovam...

Desse jeito imagine o tal acidente enquanto passeia com ela (importante - fazendo de motorista para ela!!!)!

O pai vai ficar para morrer e fará de tudo para que o vosso relacionamento acabe (reacção de efeito contrário na filha!)... ela vai ficar do seu lado e assume parte da responsabilidade já que você estava sendo um querido em conduzir!

Depois mesmo que ela queira terminar... com que cara vai dizer para o pai que acabou tudo com aquele tipo que destruiu o carro que o pai ofereceu de presente (no mínimo tem de esperar uns anos para que tudo se resolva!)

Como falei no início não tente este truque (é apenas para quem entende do assunto) mas para bater que faça logo um bom estrago!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 8 de Maio de 2005

Aquele momento certo... mágico!

"Deus dá-nos todos os dias, junto com o sol, um momento em que é possível mudar tudo o que nos deixa infelizes. Todos os dias procuramos fingir que não nos apercebemos desse momento, que ele não existe, que hoje é igual a ontem e será igual ao amanhã. Mas, quem presta atenção ao seu dia, descobre o instante mágico.

Ele pode estar escondido na altura em que enfiamos a chave na porta, pela manhã, no instante do silêncio logo após o jantar, nas mil e uma coisas que nos parecem iguais. Mas esse momento existe - um momento onde toda a força das estrelas passa por nós, e que nos permite fazer milagres."

Fui descobrir esta filosofia no blog da elisa - Silêncio Falado

Paulo Coelho
Nas margens do Rio Piedra, eu sentei e chorei

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:31
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 7 de Maio de 2005

Razão de ser ou não ser

Qual a razão de fazer papel higiénico perfumado?!?!
Ensaio do filósofo rafapaim às 23:58
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Sexta-feira, 6 de Maio de 2005

Fotografia

Cada vez que yo me voy llevo a un lado de mi piel
Tus fotografías para verlas cada vez
Que tu ausencia me devora entero el corazón
Y yo no tengo remedio más que amarte

Y en la distancia te puedo ver
Cuando tus fotos me siento a ver
Y en las estrellas tus ojos ver
Cuando tus fotos me siento a ver
Cada vez que te busco te vas
Y cada vez que te llamo no estás
Es por eso que debo decir que tú sólo en mis fotos estás

Cuando hay un abismo desnudo
Que se opone entre los dos
Yo me valgo del recuerdo taciturno de tu voz
Y de nuevo siento enfermo este corazón
Que no le queda remedio más que amarte

Y en la distancia te puedo ver
Cuando tus fotos me siento a ver
Y en las estrellas tus ojos ver
Cuando tus fotos me siento a ver
Cada vez que te busco te vas
Y cada vez que te llamo no estás
Es por eso que debo decir que tú sólo en mis fotos estás

Juanes & Nelly Furtado

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:31
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 5 de Maio de 2005

Emoção

Lição do dia de hoje... acreditar até ao fim... (até ao último minuto)...

Ps: Não leve a sério que raramente acontece... se fica o bicho come... se corre o bicho pega!

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:44
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 4 de Maio de 2005

Questões de achar

As pessoas gostam sinceramente de estar apaixonadas... acham que é preciso estar apaixonado por algo para existir felicidade... assim a razão da vida é essa?!?

As pessoas gostam de estar felizes... acham que é preciso estar feliz a todos os momentos para estar bem... assim a razão da vida será que é essa?!?

As pessoas gostam de estar bem... acham que é preciso estar bem para compreender o que a vida tem de melhor... assim a razão da vida será algo assim?!?

As pessoas gostam de estar melhor... acham que para estar melhor é ter cada vez mais... assim a razão da vida resume-se a isto?!

Honestamente as pessoas acham demais!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:56
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 3 de Maio de 2005

E ainda é verdade... e mais...

hum....

gostar mesmo... é gostar de ti como es

calada quando esta sem humor

de frases curtas quando triste

expansiva quando alegre

de nicks estranhos de historias pessoais

sentir pena de nao partilhar esses momentos contigo

mas feliz por ter tido a oportunidade de os viver

e viver as aventuras e historias e conhecer lugares atraves dos teus olhos

nao sentir inveja nem ciume... mas acreditando que um dia... é o dia!

mas em ti gosto de uma coisa em particular

facto de nao me sentir ridiculo por o dizer

por ser um sentimento que por vezes nos deixa ansiosos e tristes e neste caso nao faz isso

(...e fiquei a gostar mais um pouco de ti!)

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 2 de Maio de 2005

Olha ali ... vazio!

Na tradição da saga dos “comportamentos curiosos” dos seres humanos, aqui fica outro...

Não sei se será de uma grave crise de identidade (com medo de serem chamados de algo?!), ou o facto do povo ser todo hipocondríaco (achar que pode ser contagioso o contacto com outro ser da mesma espécie), mas geralmente em sítios que haja possibilidade de escolha de lugares (onde se sentar... ex: cinema, estádio de futebol) as diversas pessoas ficam sempre sentadas existindo entre si uma cadeira de intervalo!!!

Difícil quebrar esta corrente em que ninguém se aproxima de ninguém... assim lá ficam os lugares vazios formando qualquer plateia um verdadeiro puzzle...

Quebre essa corrente... ou então continue a sair sozinho... até porque só vão sobrar as cadeiras individuais e você vai ser aquele que estraga a "linha imaginária" de proximidade (ainda passa por mal educado)!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Domingo, 1 de Maio de 2005

Até pode ser...

" A maior lição da vida ... é enfrenta-la sem medo "
Ensaio do filósofo rafapaim às 23:30
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31