.Filosofias Recentes

. Outro reinício ...

. 5 sentidos...

. Calma! Está tudo perfeita...

. É desta vez...

. Desperdício

. Indiferenças

. Certezas!

. Perspectivas…

. A dor do amor

. Também é amizade

. A vida segue!

. Livro dos Loucos

. Basta o essencial

. Redes Sociais

. Eu no meu papel

. Indian Piggy

. Anonimamente ela...

. Voltou a acontecer

. Eu quero ser o teu proble...

. The Space Between

. o quatro do quatro a uma ...

. Sutilmente

. Deus está aqui

. Semelhanças...

. Onde você mora?

.Filosofias Passadas

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Abril 2013

. Outubro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

Sábado, 30 de Abril de 2005

Por onde andei

"Tudo errado...eu entendo

Coisas que pareciam óbvias ate pr’uma criança.

... A falta é a morte da esperança

E a vida é mesmo coisa muito frágil

e as bobagens, uma irrelevância

Diante da eternidade do amor, de quem se ama

... Por onde andei, enquanto você me procurava?

E o que eu te dei? Foi muito pouco ou quase nada

E o que eu deixei ... lembranças ...

Será que eu sei que você é mesmo tudo aquilo que me

...faltava?..."

Esta é uma musica...... "Por onde andei", de Nando Reis..... ela inteira é muito legal, mas os trechos montados resumem uma ideia... ...

Publicado em "E fez-se luz" pela Lu!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:20
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 29 de Abril de 2005

Festa!!!

Festa do Vinho no Cartaxo!

Ensaio do filósofo rafapaim às 19:13
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 28 de Abril de 2005

Unwritten

I' unwritten,
can't read my mind,
I'm undefined
I'm just beginning,
The pen's in my hand,
Ending unplanned

Staring at the blank page before you,
Open up the dirty window
Let the sun illuminate the words that you could not find
Reaching for something in the distance

So close you can almost taste it
Release your inhibitions

Feel the rain on your skin
No one else can feel it for you
Only you can let it in
No one else, No one else
Can speak the words on your lips
Drench yourself in words unspoken
Live your life with arms wide open
Today is where your book begins
The rest is still unwritten

I break tradition,
Sometimes my tries,
Are outside the lines
We've been conditioned to not make mistakes,
But I can't live that way

Staring at the blank page before you,
Open up the dirty window
Let the sun illuminate the words that you could not find
Reaching for something in the distance
So close you can almost taste it
Release your inhibitions

Natasha Bedingfield

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 27 de Abril de 2005

Juventude Perdida

Qual a melhor maneira de nunca ficar doente???

Não ir ao médico...

Nunca é tarde e nunca é cedo para começar a ter problemas... mas foi a partir de hoje que penso que a juventude acabou! Não passei nenhuma barreira mítica de idade, mas descobri que tudo de mal que possa existir em herança genética na minha família foi-me brindado!!!

Nada de muito grave, é só manter as coisas controladas... mas e então aquelas loucuras que fazia e tudo se resolvia com um receita prescrita pelos pais?!?! (era bom era!!!)

Essa filosofia barata de que somos jovens enquanto a nossa mente é jovem não é bem assim, preciso de um corpo activo, disponível e “jovem” para manter a mente dessa forma...

Neste momento ando mais preocupado nem com um nem com o outro... o mal é do coração!

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:55
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 26 de Abril de 2005

Que palhaçada...

Apaixonada: Amor, ti dolu!
Apaixonado: O que é "ti dolu"?
Apaixonada: É te adoro. Mooooooooooooo, puske quandu a genti tá apaixonadu fala tudu ki nem um debliu mentalllllllll? Ou ki nem clianxinha de tleis aninhus??
Apaixonado:: Amor, procure um psicólogo.
Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 25 de Abril de 2005

Descoberta!

Impossível fazer alguém mudar… é preciso querer mudar!!! O que faria mudar quem eu quero?!

A reposta por pena minha… não me cabe a mim… mudava todos os “ses”, “talvez” e “não sei”!

Possível ter certezas de coisas que nunca aconteceram e nunca vão acontecer?! Acredito que sim, saber que era mais feliz contigo… mais interessantes as histórias… mais feliz o meu sorriso… e ainda saber que te fazia feliz?!

De impossível e possível fica apenas o difícil… mas será assim tanto… nunca sabemos o que falta?! … Ou não falta nada e não é para ser… ou falta e nunca será!

Como em tudo, existem mil e um motivos que apontam para o errado, e é mais fácil reconhecer eles todos (e já ouvi de todos… hoje ouvi o que faltava! ehehe) mas nisto tudo, basta um para dar certo…

Acho que descobri a filosofia barata disto tudo… falta o amor! (pelo menos o dela)

Ensaio do filósofo rafapaim às 18:59
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 24 de Abril de 2005

Hábito

Papa essa, Brasil!

E então que o alemão ganhou. Mas parece que o brasileiro chegou em segundo, para gente não perder o costume.

arremessado por Giovanna Cantarelli em "Uma dama não comenta"

E porque hoje é novamente aniversário de um grande amigo, aqui fica mais uma recado para ele e para todos...

E depois de tudo que passamos, e que fase vivemos juntos... foste importante nessa altura... quem mais do que tu já escutou as minhas filosofias baratas... és “aquele” amigo!!!

Amigo é como irmão... não de sangue... mas de coração.

Parabéns!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:54
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 23 de Abril de 2005

Nice People

- Me vê duas passagens pra Curitiba.
- Vai pra Curitiba?
- Agora que o senhor sugeriu, vou né? Acho legal usá-las assim.
- Hm... duas, né?
- Duas.
- Mas você está sozinho...
- É, minha acompanhante tá no banheiro.
- Ela...
- ... retocando a maquiagem.
- A essa hora?
- Não existe hora ruim para isso.
- De facto.
- Então, vamos hoje ainda com isso?
- Duas passagens?
- Sim.
- Para Curi... rapaz, lembrei que tenho um primo lá em Curitiba.
- Lembrou agora?
- Não, lembrei assim que você pediu as passagens. Mas não comentei na hora porque não era apropriado.
- E agora é?
- É.
- Entendo.
- Na verdade, minha família toda é de Curitiba. Êita povo unido.
- Eles se parecem com você?
- Ah, somos todos iguais!
- Me vê duas passagens para São Paulo.

Momentos *Mágicos*

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 22 de Abril de 2005

Probabilidades de felicidade

Existem mil maneiras de magoar alguém... apenas uma de a fazer feliz...

Que desproporção e injustiça isto, será que todos procuramos o mesmo?!?! Uma pessoa que nos faça feliz, ou fazer feliz uma pessoa?!

Não sei o que se passa de errado, mas estatisticamente a probabilidade de errar, magoar e não fazer alguém feliz é bem maior do que o contrário... eu arriscava dizer que talvez até seja mais fácil ganhar o EuroMilhões!!!

Para mais, ainda temos o facto de fazer alguém feliz não obedece a nenhuma fórmula, dessa forma e quando perto de alcançar ela pode num segundo mudar... e não são poucas as coisas que mudam o nosso estado de espírito!!!

Parece que andar infeliz é bem mais prático... ou seja, já que não os consegues vencer... junta-te a eles!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Quinta-feira, 21 de Abril de 2005

Cavaleiro Andante

Porque sou o cavaleiro andante
Que mora no teu livro de aventuras
Podes vir chorar no meu peito
As mágoas e as desventuras

Sempre que o vento te ralhe
E a chuva de maio te molhe
Sempre que o teu barco encalhe
E a vida passe e não te olhe

Porque sou o cavaleiro andante
Que o teu velho medo inventou
Podes vir chorar no meu peito
Pois sabes sempre onde estou

Sempre que a rádio diga
Que a américa roubou a lua
Ou que um louco te persiga
E te chame nomes na rua

Porque sou o que chega e conta
Mentiras que te fazem feliz
E tu vibras com histórias
De viagens que eu nunca fiz

Podes vir chorar no meu peito
Longe de tudo o que é mau
Que eu vou estar sempre ao teu lado
No meu cavalo de pau

Rui Veloso

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 20 de Abril de 2005

Posso???

Se quando Jesus nasce eu ganho presentes...

E quando ele morre eu ganho chocolate...

Quando ele voltar eu posso ganhar um carro???

Ensaio do filósofo rafapaim às 21:03
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Terça-feira, 19 de Abril de 2005

Obrigado eu...

... e tenho em mim aquele sentimento que a vida são as Palavras. A primeira coisa que quiseram que eu fizesse quando nasci, foi dizer papá... mamã... Mais tarde, inscreveram-me numa escola para aprender a ler e a escrever. (Longe estava de imaginar que anos mais tarde seria o passaporte para as poucas viagens percorridas em folhas brancas... para as muitas que ainda estão por cumprir).

Percebi então que para conquistar aquele sorriso tímido que acompanhava o tótó e o olhar envergonhado, as palavras seriam nesse tempo o meu mais fiel amigo. Mais tarde fui para uma escola onde ensinavam a escrever anúncios de publicidade - palavras que ajudassem a vender produtos. Depois fui vendo antigos cúmplices de copos e noites sem fundo, vestirem o seu novo fato oferecido pelo talento que os acompanhava...

Uns economistas, outros professores... e o que me pediram de novo foi depositar numa fita colorida um testemunho que o tempo... a vida (ou falta dela) não fosse capaz de apagar. Arranjei um trabalho onde falar a minha própria língua já não é suficiente. Falam-me da globalização... E depois há os telefones... as SMS, as mensagens faladas, e até aquelas que acompanham fotografias.

Há as palavras que deixamos escritas de manhã no espelho ou na almofada para aquela que nos oferece e partilha uma existência. Tenho neste tempo procurado fazer por merecer Palavras oferecidas por um verdadeiro e grande amigo.

Obrigado por tudo.

Ensaio do filósofo rafapaim às 20:52
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 18 de Abril de 2005

O que eu também não entendo...

Essa não é mais uma carta de amor
São pensamentos soltos traduzidos em palavras
Pra que você possa entender
O que eu também não entendo

Amar não é ter que ter sempre certeza
É aceitar que ninguém é perfeito pra ninguém
É poder ser você mesmo e não precisar fingir
É tentar esquecer e não conseguir fugir, fugir

Já pensei em te largar
Já olhei tantas vezes pro lado
Mas quando penso em alguém é por você que fecho os olhos
Sei que nunca fui perfeito mas com você eu posso ser
Até eu mesmo que você vai entender

Posso brincar de descobrir desenho em nuvens
Posso contar meus pesadelos e até minhas coisas fúteis
Posso tirar a tua roupa
Posso fazer o que eu quiser
Posso perder o juízo
Mas com você eu tô tranquilo, tranquilo

Agora o que vamos fazer, eu também não sei
Afinal, será que amar é mesmo tudo?
Se isso não é amor, o que mais pode ser?
Estou aprendendo também

Jota Quest

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:58
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 17 de Abril de 2005

Juízo!

"Só não crio juízo porque eu não sei o que ele come."
Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 16 de Abril de 2005

De hoje para melhor!

Uma das muitas coisa que aprendi contigo...

“... o que não temos, encontramos num amigo.”

Um tempo novo, um tempo para mudar... falando de tudo, e do tudo não conversando sobre o nada... partilhamos o mundo juntos!!!

Quem melhor para compreender estas filosofias baratas do que tu... és “aquele” amigo!!!

Amigo é como irmão... não de sangue... mas de coração.

Parabéns!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 19:10
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 15 de Abril de 2005

Sitting, Waiting, Wishing

Well I was sitting, waiting, wishing
You believed in superstitions
Then maybe you'd see the signs

The Lord knows that this world is cruel
I ain't the Lord, I'm just a fool
Only lovin' somebody don't make them love you

Must I always be waiting, waiting on you
Must I always be playing, playing your fool

I sang your songs, I danced your dance
I gave your friends all a chance
But putting up with them
Wasn't worth never ever having you

Maybe you've been through this before
But it's my first time so please ignore
These next few lines cause they're directed at you

I can't always be waiting, waiting on you
I can't always be playing, playing your fool

I keep playing your part
But it's not my scene
Want this plot to twist
I've had enough mystery
Keep building it up
Then you shooting me down
But I'm already down

Just wait a minute
Just sitting, waiting
Just wait a minute
Just sitting, waiting

Well, if I was in your position
I'd put down all my amunition
I'd wonder why it had taken me so long

But the Lord knows that I'm not you
And if I was, I wouldn't be so cruel
Cause waitin' on love ain't so easy to do

Must I always be waiting, waiting on you
Must I always be playing, playing your fool

Jack Jonhson

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Abril de 2005

Fim...

Neste infinito fim que nos alcançou
guardo uma lágrima vinda do fundo
guardo um sorriso virado para o mundo
guardo um sonho que nunca chegou

Na minha casa de paredes caídas
penduro espelhos cor de prata
guardo reflexos do canto que mata
guardo uma arca de rimas perdidas

Na praia deserta dos dias que passam
Falo ao mar de coisas que vi
Falo ao mar do que conheci...

No mundo onde tudo parece estar certo
guardo os defeitos que me atam ao chão
guardo muralhas feitas de cartão
guardo um olhar que parecia tão perto

Para o país do esquecer o nunca nascido
levo a espada e a armadura de ferro
levo o escudo e o cavalo negro
levo-te a ti... levo-te a ti para sempre comigo...

Na praia deserta dos dias que passam
Falo ao mar de coisas que senti
Falo ao mar do que nunca perdi...

Toranja

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quarta-feira, 13 de Abril de 2005

Nem mais...

Relacionamento é que nem trânsito: tem dia que está óptimo, mas tem dia que tem que ter muita paciência.

E nem adianta fazer comparações e acreditar que tudo vai ser como era... até pode ser que seja, mas cada qual paga pelos seus erros!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:56
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 12 de Abril de 2005

Life for Rent

I haven't really ever found a place that I call home
I never stick around quite long enough to make it
I apologise that once again I'm not in love
But it's not as if I mind
That your heart ain't exactly breaking

It's just a thought, only a thought
But if my life is for rent and I don't learn to buy
Well I deserve nothing more than I get
'Cos nothing I have is truly mine

I've always thought
That I would love to live by the sea
To travel the world alone
And live my life more simply
I have no idea what's happened to that dream
'Cos there's really nothing left here to stop me

It's just a thought, only a thought
But if my life is for rent and I don't learn to buy
Well I deserve nothing more than I get
'Cos nothing I have is truly mine

Well if my life is for rent and I don't learn to buy
Well I deserve nothing more than I get
'Cos nothing I have is truly mine

While my heart is a shield
And I won't let it down
While I am so afraid to fail so I won't even try
Well how can I say I'm alive

If my life is for rent and I don't learn to buy
Well I deserve nothing more than I get
'Cos nothing I have is truly mine

Dido

Ensaio do filósofo rafapaim às 21:28
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 11 de Abril de 2005

A vida não é fácil...

– A vida não é fácil, acostumem-se a isso.

– O mundo não está preocupado com a vossa auto-estima. O mundo espera que vocês façam alguma coisa de útil por ele antes de vocês se sentirem bem convosco próprios.

– Vocês não vão ganhar 5.000 euros por mês assim que saírem da universidade. Vocês não serão directores de uma empresa com carro e telefone à disposição antes de terem conseguido comprar o vosso próprio carro e telefone.

– Se vocês acham que os vossos professores são rudes, esperem até terem um chefe. Ele não vai ter pena de vocês.

– Vender jornais velhos ou trabalhar nas férias não está abaixo da vossa posição social. Os vossos avós têm uma palavra diferente para isso: chamam-lhe oportunidade.

– Se fracassarem, a culpa não é dos vossos pais. Por isso, não os culpem dos vossos erros, aprendam com eles.

– Antes de vocês nascerem, os vossos pais não eram tão críticos como agora. Eles só ficaram assim por pagar as vossas contas, lavar as vossas roupas e ouvir-vos dizerem que eles são ridículos. Antes de quererem consertar os erros da geração dos vossos pais, tentem limpar o vosso próprio quarto.

– A vossa escola pode ter eliminado a distinção entre vencedores e perdedores, mas a vida não é assim. em algumas escolas vocês chumbam mais de um ano e têm tantas chances quantas vocês precisarem até acertar. Isto não tem nada a haver com a vida real. Se pisarem o risco são despedidos... façam bem à primeira.

– A vida não é dividida em semestres. Vocês não terão sempre os verões livres e é pouco provável que os outros empregados vos ajudem a cumprir as vossas tarefas no fim de cada período.

– A televisão não é a vida real. Na vida real, as pessoas têm que largar o barzinho e a discoteca e ir trabalhar.

– Seja simpático com os “estudiosos”... aqueles estudantes que muitos julgam que são uns idiotas. Existe uma grande probabilidade de vocês virem a trabalhar para eles um dia.

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:21
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Domingo, 10 de Abril de 2005

Por eles

"Somos pelos cães, muitas pessoas são pelas baleias, outras pelas árvores.

Nós somos pelos cães... os grandes e os pequenos, os cães de guarda e os engraçadinhos, os cães de raça e os rafeiros.

Somos pelos passeios, pelas corridas e pelas brincadeiras... pelo escavar, coçar, cheirar e buscar.

Somos pelas casas para cães, portas para cães e dias de cão...

E por isso trabalhamos para os fazer tão felizes como eles nos fazem a nós."

Ensaio do filósofo rafapaim às 17:26
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sábado, 9 de Abril de 2005

O Orkut

Fui convidado a entrar no Orkut.....

Acho sinceramente, que não tinha sido convidado antes por um motivo de força maior!!! (ou isso, ou não tenho amigos com Orkut!!! Tenho de escolher melhor com quem ando! ehehe!)

Mas tentando fazer o registo descobri... existe alguém com o username de rafapaim, talvez julguem que ele seja eu... e daí, nunca ter recebido o tal do convite!!!

Fiquem descansados... não entrei na comunidade... só pode existir um rafapaim... eu e mais nenhum!

Ensaio do filósofo rafapaim às 11:14
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 8 de Abril de 2005

Análises

Não entendo esses medos de ir tirar sangue... não custa nada... o tipo senta, puxa a manga para cima se ainda estiver em tempo de Inverno... e espetam uma agulha durante segundos!!!

Situação igualmente fácil mesmo já sendo umas 10:00hs é estar em jejum... o que não sabem é que para completar todas as minhas tarefas hospitalares outro exame estava incluído!!!

Ainda não tenho 40 anos, por isso os homens tirem esse sorriso bobo da cara porque não foi a próstata não!!!!

Foi apenas e só, exame de urina!!! Até aqui parece fácil... mesmo sem vontade o velho truque de deixar a água correr aberta faz qualquer dos mortais ficar com essa necessidade (talvez a filosofia seja essa, que ligação é essa daquele barulho com a vontade de urinar?!?).

Agora o problema é quando passam para você aquele tubo e o WC é do outro lado da sala... nesta fase ainda é possível disfarçar!!! Coloca dentro do bolso e sai assobiando (apesar de toda a gente saber o que esta a fazer).

Depois do serviço completo... colocar o tubo no bolso já parece mais complicado... então, atravessar toda uma sala de espera com um tubo na mão é uma das tarefas mais árduas do mundo....

...

Pior mesmo, é chegar de novo na sala de consulta... e não estar ninguém... e ter de ficar esperando com toda a gente a olhar para a situação!

Enfim... depois disto se os resultados forem catastróficos não se espantem!

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:58
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 7 de Abril de 2005

/J Inteligência

< O_cara_mais_inteligente_do_mundo> Não há problema que eu não resolva.
< Anônimo_Incógnito> Resolva o meu então...
< O_cara_mais_inteligente_do_mundo> Qual seria?!
< Anônimo_Incógnito> Eis o problema...! Eu não sei qual é o problema...
< O_cara_mais_inteligente_do_mundo> Não seria seu problema a falta de problemas?!
< Anônimo_Incógnito> Não...
< O_cara_mais_inteligente_do_mundo> Se você não sabe qual é o problema, como pode saber que há um problema?!
< Anônimo_Incógnito> Acreditaria se eu dissesse que meu cabelo fica arrepiado quando sente a presença de problemas...?!
< O_cara_mais_inteligente_do_mundo> Uau, pra arrepiar todo esse topete, deve ser um problemão.
< Anônimo_Incógnito> Um problema do tanhanho do mundo...
< O_cara_mais_inteligente_do_mundo> Talvez o mundo seja o problema.
< Anônimo_Incógnito> O mundo não poderia ser o problema... Mas provavelmente tem um...
< O_cara_mais_inteligente_do_mundo> Provavelmente vários.
< Anônimo_Incógnito> Mas deve ter um principal... A essência de todos os outros...
< O_cara_mais_inteligente_do_mundo> Como uma semente do mal?!
< Anônimo_Incógnito> Eu não sei...
< O_cara_mais_inteligente_do_mundo> ...
< Anônimo_Incógnito> ...
< O_cara_mais_inteligente_do_mundo> Sabe qual é o seu problema?!
< Anônimo_Incógnito> Não... É exatamente o que eu não sei...
< O_cara_mais_inteligente_do_mundo> Seu problema é pensar demais nos problemas. Siga a vida como ela é!
< Anônimo_Incógnito> Eu sigo... Mas eu penso nos que não podem seguir com todo esse problema...
< O_cara_mais_inteligente_do_mundo> Pensar nos outros não é algo muito inteligente de se fazer nesse mundo...
< Anônimo_Incógnito> Deve ser por isso que eu não sou o cara mais inteligente do mundo...
< O_cara_mais_inteligente_do_mundo> ...

* Anonimo Incognito has quit IRC (Quit: Apenas um cara com um bom coração... Alguém vê problema nisso...?!)

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:28
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 6 de Abril de 2005

Pontos de vista...

Os mesmos pontos de vista ... vistos por diferentes pontos de vista!!!

Tipo A: Jovem classe baixa.
Tipo B: Jovem classe alta.

Ambos chegam atrasados ao trabalho devido a uma noitada...

A: - Coitado... dormiu pouco e depois perdeu os transportes públicos, devia era ir para casa, esta com um ar cansado!!!

B: - Irresponsável... vai sair, acorda tarde e a más horas!!! Queria ver se tivesse de trabalhar para sobreviver!!!

Ambos caminham pela rua e não cumprimentam alguém...

A: - Olha, não me deve ter visto... é sempre um rapaz tão educado!

B: - Olha, fez que não me viu.... é sempre o mesmo metido!

Ambos conversam com amigos sobre situações alheias...

A: - Que sensato... sempre pronto a ajudar os outros!

B: - Que convencido... sempre a deitar abaixo os outros!

Ambos com um blog...

A: - Que criativo e original..

B: - Muito tempo livre nas mãos.

E querem convencer que a aparência não engana?!

Ensaio do filósofo rafapaim às 22:49
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 5 de Abril de 2005

Boa Vibe

Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando alguém transmite a paz e o amor
É boa vibe, é boa vibe (É boa vibe)
Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando alguém transmite a paz e o amor
É boa vibe, (Esta é para ti) é boa vibe

Yo, senti a tua vibe, acho que podes sentir a minha
Vim falar contigo, porque te vi aqui sozinha
'Tás em linha? Espero que 'teja tudo bem contigo
Será que há espaço para mais um amigo?
Não 'tou aqui para engatar, apenas falar
'Tar contigo a chillar, podemos conversar
Se não quiseres, no stress, é normal
Deves ouvir tanto coro, quase nenhum original

Esquece isso, conta coisas, fala-me de ti
Como é que te chamas? Eu sou o AC
Acredita, gosto de uma boa conversa
Não penses que a minha mente é perversa (Tá bem...)
Posso saber quantos anos tens ou é indelicado?
Não me peças para adivinhar, porque bato sempre ao lado
A empatia é mútua e a vibe é natural
O teu sorriso é bom sinal... É boa vibe

Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando alguém transmite a paz e o amor
É boa vibe, é boa vibe (É boa vibe)
Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando alguém transmite a paz e o amor
É boa vibe, é boa vibe

Acreditas no destino, tudo pode mudar num momento
Sabes o que queres ou segues ao sabor do vento

Tens tempo ou tens algum compromisso?
Ainda vives com os teus pais ou nem por isso?
O que é que fazes? Estudas? Trabalhas?
Preferes saltos altos ou calções e sandálias?
Quando sais à noite, vais aonde? Onde é que páras?
Saía muitas vezes, mas agora são raras
Acreditas nos signos, no Zodíaco
Qual é para ti o maior afrodisíaco?
Sinto o teu style, o teu look
Deixas-me tonto sem me tocar, qual é o truque?
É boa vibe...

Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando alguém transmite a paz e o amor
É boa vibe, é boa vibe (É boa vibe)
Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando alguém transmite a paz e o amor
É boa vibe, é boa vibe

Ainda bem que não fumas, eu também não
Gostas mais de comédias ou filmes de acção

Fica com o meu número, gostava de te ver outra vez
Estar contigo outra vez, o que é que prevês? Talvez? (Ok...)
(...) se tiver de ser, tem de ser
Sem forçar, deixar a vibe acontecer
É bom saber que temos coisas em comum
Espero não ser, apenas mais um
É engraçado, sinto-me tão bem ao pé de ti
Queres ir dar uma volta e andar por aí?
Parece que já te conheço à bué, nem sei porquê
A vibe é qualquer coisa que se sente mas não se vê
Mesmo sem querer, tu seduzes
Posso dar-te boleia ou conduzes?
Queres comer qualquer coisa, 'tás com fome?
bossac@bossac.com
O meu mail, manda-me uma fotografia
Espero que não te esqueças deste dia
Vou ficar à espera do teu telefonema
Liga para irmos ao cinema, um dia destes e quem sabe... (Quem sabe...)

Boss AC

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:03
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Segunda-feira, 4 de Abril de 2005

Um bom dia!

Um dia perguntaram para mim...

- Qual a razão de criar um blog?
- Não sei!!!

Depois passaram a perguntar...

- Qual a razão de continuar um blog?
- Ainda não sei!!!

Neste dia, pergunto eu...

- Qual a razão para terminar um blog?
- Hoje é um bom dia para pensar nisso!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 09:52
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
Domingo, 3 de Abril de 2005

Se enxerga!!!

Uma filosofia forte... mas barata...

Ao contrário dos que afirmam que o álcool faz as pessoas reduzirem seu grau de exigência, acredito que a grande vantagem da bebedeira na verdade é esvaziar egos inchados:

- Bêbado você cria coragem de ficar com as únicas mulheres que têm coragem de ficar com você.

As bonitas e cheirosas das festinhas ficam sempre com alguém!!!

Ensaio do filósofo rafapaim às 18:59
link do post | comentar | favorito
Sábado, 2 de Abril de 2005

O mundo perde...

Em respeito ao trabalho de um homem... acreditando ou não, hoje a filosofia é um reflexo da actualidade!

O Papa João Paulo II (Karol Wojtyla), 84 anos, morreu às 20:37 (hora de Portugal continental), confirmou o Vaticano.

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 1 de Abril de 2005

Querem ser simpáticos

- rafapaim, entrei lá naquele negócio do Barato.
- O Filosofia Barata, isso?
- É.
- Gostou?
- Muito bom mesmo!!!
- Sério? E que texto você gostou mais?
- Ah, tem aquele... o... hum, tem um monte...
- Você não leu nada, não é?
- Eu gostei da imagem de fundo.

Baseado em Momentos *Mágicos*

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31