.Filosofias Recentes

. Outro reinício ...

. 5 sentidos...

. Calma! Está tudo perfeita...

. É desta vez...

. Desperdício

. Indiferenças

. Certezas!

. Perspectivas…

. A dor do amor

. Também é amizade

. A vida segue!

. Livro dos Loucos

. Basta o essencial

. Redes Sociais

. Eu no meu papel

. Indian Piggy

. Anonimamente ela...

. Voltou a acontecer

. Eu quero ser o teu proble...

. The Space Between

. o quatro do quatro a uma ...

. Sutilmente

. Deus está aqui

. Semelhanças...

. Onde você mora?

.Filosofias Passadas

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Abril 2013

. Outubro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

Domingo, 10 de Abril de 2005

Por eles

"Somos pelos cães, muitas pessoas são pelas baleias, outras pelas árvores.

Nós somos pelos cães... os grandes e os pequenos, os cães de guarda e os engraçadinhos, os cães de raça e os rafeiros.

Somos pelos passeios, pelas corridas e pelas brincadeiras... pelo escavar, coçar, cheirar e buscar.

Somos pelas casas para cães, portas para cães e dias de cão...

E por isso trabalhamos para os fazer tão felizes como eles nos fazem a nós."

Ensaio do filósofo rafapaim às 17:26
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De rafapaim a 11 de Abril de 2005 às 23:26
Anjo... grandes procuras... grandes conflitos... cada vez mais perguntas sem respostas!
De rafapaim a 11 de Abril de 2005 às 23:23
sonia... eu estava do Balki!
De rafapaim a 11 de Abril de 2005 às 23:23
Gaëlle... bonito isso!
De Anjo a 11 de Abril de 2005 às 14:27
sentada num canto do compartimento ouço lentamente os sons musicais da trovoada. Como é grandiosa esta orquestra! sinto que a minha alma abandona lentamente o meu corpo para se juntar ao delecioso movimento da chuva,misturando-se com as pequenas gotículas da agua que bailam ao som da música . Sinto em mim os versos do bosque, a luz de chopim e a agitada surdez de Beethoven como se por entre os raios ambos se juntassem para que assistam ás suas grandes apoteoses.Misturo-me entre elas,o meu coração bate mais forte e a luz cega-me o olhar que nada vê apenas sente...
Como é bom todo este silencio em que se encontra o meu corpo imovel, apenas a alma dança entre o luar e as nuvens espeças da vida, sinto uma energia percorrer as minhas veias como se todo o meu sangue quisesse jorrar para o exterior percorrendo todo meu corpo como a chuva . tudo me abandona até mesmo os meus sentidos partem para perto deste som musical cheio de adorno e alegria, cheio de paz.no entanto algo me acorda. me chama para a vida ,tudo o que por aqui consegui construir,o amor, a luz de um dia que tao triste havera sido. SÓ ele me agarra e me puxa com todas as suas forças és tu senhor do meu coração que estando no meu peito nao me abandonas,nao me deixas só.Os meus pensamentos confundem-se e a vondade de partir é axficiada pela vontade de ficar , de continuar a lutar de corpo e alma por esse ser tão puro que um dia vi ...
A flor torna-se cada vez mais pura, o amor persiste,a luta continua......
De sonia a 11 de Abril de 2005 às 12:45
de repentre fiquei com saudades da minha nina... beijinhos
De Gaëlle a 10 de Abril de 2005 às 21:42
"O cão é fiel quando há tempestade;
o homem nem sequer quando há vento. "
Erich Kästner

Comentar post

.Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31