.Filosofias Recentes

. Outro reinício ...

. 5 sentidos...

. Calma! Está tudo perfeita...

. É desta vez...

. Desperdício

. Indiferenças

. Certezas!

. Perspectivas…

. A dor do amor

. Também é amizade

. A vida segue!

. Livro dos Loucos

. Basta o essencial

. Redes Sociais

. Eu no meu papel

. Indian Piggy

. Anonimamente ela...

. Voltou a acontecer

. Eu quero ser o teu proble...

. The Space Between

. o quatro do quatro a uma ...

. Sutilmente

. Deus está aqui

. Semelhanças...

. Onde você mora?

.Filosofias Passadas

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Abril 2013

. Outubro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

Terça-feira, 5 de Abril de 2005

Boa Vibe

Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando alguém transmite a paz e o amor
É boa vibe, é boa vibe (É boa vibe)
Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando alguém transmite a paz e o amor
É boa vibe, (Esta é para ti) é boa vibe

Yo, senti a tua vibe, acho que podes sentir a minha
Vim falar contigo, porque te vi aqui sozinha
'Tás em linha? Espero que 'teja tudo bem contigo
Será que há espaço para mais um amigo?
Não 'tou aqui para engatar, apenas falar
'Tar contigo a chillar, podemos conversar
Se não quiseres, no stress, é normal
Deves ouvir tanto coro, quase nenhum original

Esquece isso, conta coisas, fala-me de ti
Como é que te chamas? Eu sou o AC
Acredita, gosto de uma boa conversa
Não penses que a minha mente é perversa (Tá bem...)
Posso saber quantos anos tens ou é indelicado?
Não me peças para adivinhar, porque bato sempre ao lado
A empatia é mútua e a vibe é natural
O teu sorriso é bom sinal... É boa vibe

Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando alguém transmite a paz e o amor
É boa vibe, é boa vibe (É boa vibe)
Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando alguém transmite a paz e o amor
É boa vibe, é boa vibe

Acreditas no destino, tudo pode mudar num momento
Sabes o que queres ou segues ao sabor do vento

Tens tempo ou tens algum compromisso?
Ainda vives com os teus pais ou nem por isso?
O que é que fazes? Estudas? Trabalhas?
Preferes saltos altos ou calções e sandálias?
Quando sais à noite, vais aonde? Onde é que páras?
Saía muitas vezes, mas agora são raras
Acreditas nos signos, no Zodíaco
Qual é para ti o maior afrodisíaco?
Sinto o teu style, o teu look
Deixas-me tonto sem me tocar, qual é o truque?
É boa vibe...

Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando alguém transmite a paz e o amor
É boa vibe, é boa vibe (É boa vibe)
Sente a boa vibe
O feeling positivo a pairar no ar
Quando alguém transmite a paz e o amor
É boa vibe, é boa vibe

Ainda bem que não fumas, eu também não
Gostas mais de comédias ou filmes de acção

Fica com o meu número, gostava de te ver outra vez
Estar contigo outra vez, o que é que prevês? Talvez? (Ok...)
(...) se tiver de ser, tem de ser
Sem forçar, deixar a vibe acontecer
É bom saber que temos coisas em comum
Espero não ser, apenas mais um
É engraçado, sinto-me tão bem ao pé de ti
Queres ir dar uma volta e andar por aí?
Parece que já te conheço à bué, nem sei porquê
A vibe é qualquer coisa que se sente mas não se vê
Mesmo sem querer, tu seduzes
Posso dar-te boleia ou conduzes?
Queres comer qualquer coisa, 'tás com fome?
bossac@bossac.com
O meu mail, manda-me uma fotografia
Espero que não te esqueças deste dia
Vou ficar à espera do teu telefonema
Liga para irmos ao cinema, um dia destes e quem sabe... (Quem sabe...)

Boss AC

Ensaio do filósofo rafapaim às 23:03
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De rafapaim a 11 de Abril de 2005 às 22:45
so12... ainda a pensar nisso... mas já tudo esteve mais longe!
De so12 a 11 de Abril de 2005 às 20:23
E ela foi ao cinema?
De rafapaim a 9 de Abril de 2005 às 00:07
Anjo... não acabamos sempre por esquecer o que foi mau?!
De rafapaim a 9 de Abril de 2005 às 00:06
Anjo... então parabéns!
De Anjo a 8 de Abril de 2005 às 12:44
Mais um dia começa lentamente, com a preguiça matinal de quem está cansado e os carros passam agora ritmados de um lado para o outro, tantas sao as faces que por mim passam, desconheço-as a todas como por vezes me desconheço a mim própria .
Vagueio hoje na rua sentindo o crepitar das folhas debaixo dos meus pés, as folhas que o Outono fez cair deixando as árvores na sua nudez magnifica. mostrando o ser glorioso que se esconde ao longo do ano.
Tentei no outro dia, provar a mim mesma que ainda havia esperança , que a minha alma nao tinha morrido, que a ferida se escondia algures no meu peito . Não encontrei e a busca frenética de algo em que já nao existe aumentou a magoa possuida daquele dia que quero esquecer, mudar ,alterar mas que no fundo nao esqueço ....

De Anjo a 8 de Abril de 2005 às 12:25
rafapaim , sim originalissimo !!
Inventado , criado por mim .....
Tenho mais .......
De rafapaim a 7 de Abril de 2005 às 23:34
Anjo... um texto bonito de se ler... original?
De Anjo a 7 de Abril de 2005 às 12:44
Por vezes há dias que deveriamos conseguir extrair da nossa memória como se de uma folha de um livro se tratasse . Uma folha que se rasga alterando assim toda a história .Mas a mente humana em toda a sua grandeza, grita lá do fundo "Lembra-te!!!" É triste nestes dias sentir que nada podemos fazer para alterar o que vivemos o que tanto nos marcou ao longo anos que passaram.E conforme o tenir do tempo passa, sentimos que nada mais podemos fazer.Como as ondas do oceano, bailamos lentamente entre o tempo que nunca pára, as lembraças de um passado feliz e o agora.... Agora, agora nada existe e apenas o passado me atormenta, me persegue,me condena a um viver solitario e distante . E o casulo tão esquecido,tão distante na minha memória, voltou a abrir uma fenda para que eu pudesse entrar. Há algo dentro dele que me chama,que me atrai dizendo baixinho " vem , vem..." tento agora afastar-me,fechar os olhos para não o sentir mas ele soltou uma corda de fumo que me agarra e puxa . Talvez o meu destino seja viver dentro dele,desse casulo que um dia criei e que nunca esqueci. Não pretendo o Amor, há muito tempo que deixei de querer amor, de sentir aqueles sentimentos arrebatadores da paixão,que o homem tão comum,tão mortal deseja. Apenas quero estar livre extraindo da minha mente que um dia vivi. Será apenas a vontade de deixar de existir? Não, não é.Há muito tempo que nao existo, desde o dia em que morreu a minha alma e por detrás das portas do meu peito chove,faz frio como num dia de inverno . E as lagrimas que tanto guardo querem sair,talvez seja apenas para limpar a minha face.Aquela que sorri,que brinca e se diverte escondendo o vazio que está no meu peito e a busca incessante de algo que perdi . De que vale sonhar? se apenas criamos ilusões do amanha.De que vale amar? se apenas nos leva a chorar.E o movimento da rua não para,desloca-se como o tempo, sugando o fremitante tic tac de um relógio igual para toda a humanidade.Mas o guerreiro deixou de lutar,parou no seu longo caminho determinando o seu próprio fim.Pq um guerreiro apesar de nao ser chorado morre quando velho ou lesionado já não tem foeças para lutar, para cantar os canticos da batalha ou apenas da vitória.E o leão adormecido parou de rosnar,cansado e pesado adormece ao longo dos seus ultimos dias.Dias que não acabam jamais e pesam no seu corpo, na mente como se da lua se tratasse.Hoje o sol decidiu mostrar-nos a sua graça,o dia está bonito e decerto algures por aí existe um casal de namorados que aproveita este calor enquanto nao chega a hora da despedida .Mas eu estou só, minto estou com a minha consciência que me faz escrever estas pequenas linhas no papel.E as pessoas que treambulavam na cidade começam agora a agitar-se correndo para suas pequenas vidas como loucos,tentando alcançar o destino ,as suas ambições.Como desejava poder viver assim na loucura de um dia a dia rotineiro que nao nos deixa pensar ou simplesmente ouvir aquela pequena voz, que grita incessantemente "Lembra-te ! Lembra-te do que foste e já nao és e nunca esquecas que o ontem nunca acabou ".
De rafapaim a 6 de Abril de 2005 às 22:50
Angel... apenas a reproduzir uma letra de música!
De Angel a 6 de Abril de 2005 às 20:33

Estás inspirado....

Comentar post

.Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31